PARCERIA MEUSLINKS

Siga Também no Google+

Gostou do blog? Então Participe!

Top 5 Postagens Mais Populares da Última Semana

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Mãe culpa bullying nas redes sociais por suicídio da filha de 12 anos

"Meninas não a deixavam em paz", afirma Tricia Normam. Polícia aponta falta de evidências.


Novas evidências foram divulgadas sobre o suposto caso de cyberbullying que causou o suicídio de uma adolescente de 12 anos de Lakeland, na Flórida, nos Estados Unidos. Em 2013, a garota pulou de um local de produção de cimento onde costumava ficar com os amigos. Cerca de um mês depois, duas adolescentes foram acusadas de assédio pelas redes sociais.

Katelyn Roman, 12 anos, e Guadalupe Shaw, 14 anos, foram acusadas de terem causado o suicídio de Rebecca. Entretanto, um mês depois as acusações foram retiradas. Os advogados das acusadas disseram que não havia nenhuma evidência para dar continuidade ao caso.

Agora que o extenso arquivo da polícia sobre o caso tornou-se público, surgiram novas questões sobre as evidências de cyberbullying.

Segundo a diretora da instituição Embrace Civility in the Digital Age, Nancy Willard, o caso é um exemplo de como a lei e os meios de comunicação podem ser usados para fazer um julgamento rápido.

Willard afirma que, quando o bullying implica em suicídio, outros fatores estão envolvidos. A polícia, entretanto, se defendeu dizendo à Associated Press que nunca afirmou que o bullying havia sido a única razão para o suicídio de Rebecca, mas que os agressores contribuíram para a decisão da menina.

De acordo com os arquivos da polícia, Rebecca lutava contra a depressão resultante da relação ruim com o pai e queixava-se de brigas entre a mãe e o padrasto. De acordo com o canal CNN, os arquivos também afirmam que Rebecca se cortou em algumas ocasiões, tinha pensamentos suicidas e havia passado por uma avaliação psiquiátrica por dois dias.

Em novembro de 2012, Rebecca acusou a mãe de abusar dela e depois retirou a acusação. Ela disse que foi incentivada por colegas de escola a mentir. A adolescente afirmou que outros jovens a empurraram para fora da escola e disseram que só a deixariam voltar à aula se contasse uma mentira a um policial. A mãe de Rebecca negou que tenha abusado da filha, mas afirmou que bateu no rosto da adolescente uma vez.

Em suas anotações, Rebecca escreveu sobre suicídio e fez buscas na web sobre quantas comprimidos para dormir deveria tomar para morrer apenas algumas semanas antes de sua morte.

A mãe da adolescente insiste que o bullying foi a principal causa do suicídio da filha. Tricia Normam afirmou ao jornal local The Ledger que as pessoas estão procurando outras fontes de culpados.

— Eu realmente não acho que houve outros fatores envolvidos. O que estava chateando Rebecca eram essas meninas que não a deixavam em paz.

Tricia disse em uma entrevista ao canal CNN que quando as alegações de cyberbullying começaram a ganhar as manchetes, a página da garota na rede social Ask.fm foi excluída. Por isso, qualquer evidência de bullying pode ter sido apagada. Norman e a polícia estão em uma missão para garantir que as empresas por trás dos perfis que desapareceram podem ser usadas para manter registros de publicações e fornecê-los à Justiça quando for preciso.

O Ask.fm disse que colabora com as autoridades e recentemente acrescentou uma página de "segurança" em seu site onde afirma que os casos de bullying não serão tolerados. Na época em que o caso ocorreu, Grady Judd, da polícia local, disse que a menina era "absolutamente aterrorizada nas redes sociais".

A adolescente recebia por sua página no Ask.fm várias perguntas como "Por que você ainda está viva?" e pedidos para que ela se matasse.

Rebecca chegou a trocar seu nome nas redes sociais por "Aquela Garota Morta".


Fonte: R7 / click sergipe
Foto: Reprodução/Facebook

Nenhum comentário:

Lista das 10 postagens mais populares desde à criação do Blog

Pegue uma Bíblia e descubra Como ir para o Céu

O plano de Deus para a sua salvação

Primeiro você precisa saber:

1) Boas obras não salvam (Efésios 2:8,9 / João 14:6 / Tito 3:4-7)

2) Todos pecaram inclusive você (Rom 3:23)

3) E por isso todos estão indo para a morte eterna (o Inferno) (Rom 6:23)

4) Mas Deus nos amou tanto que enviou Jesus Cristo para nos salvar (João 3:16 / João 14:6 / Romanos 5:8 / Lucas 5:32)

E assim se você...

1) ... se arrepender e confessar que é pecador, (2 Cor 7:10 / 1 Jo 1:9)

2) ... crer que Jesus é o Filho de Deus (Rom 10:9)

3) ... e pedir a Ele: “Jesus me perdoa, me salva! (Rom 10:13 / Lucas 23:33-43)

Então você será salvo!

1) Todos os seus pecados serão perdoados e lavados pelo sangue de Jesus (I João 1:7 / Marcos 1:40-42)

2) Você terá vida eterna no céu com Deus (João 3:16 / João 14:2-6)

3) A salvação não se perde jamais (João 10:27-30)

“Eis aqui agora o dia da salvação” (2 Cor 6:2)

Ninguém sabe quanto tempo vai viver, não adie a maior decisão que você tem a tomar na vida. Converse com Deus em uma oração simples, se arrependa, confesse, creia e clame “Jesus me perdoa, me salva, me lava, me transforma!” E assim você poderá ter absoluta certeza da salvação.

Fonte: Editora Elim – www.editoraelim.com.br – (21) 2415-7923

FOLHETO: ESTA FOI A SUA VIDA!

VOCÊ TEM UM TEMPINHO PARA VER?

PAÍSES QUE PASSARAM POR AQUI: QUASE 160

free counters