PARCERIA MEUSLINKS

Siga Também no Google+

Gostou do blog? Então Participe!

Top 5 Postagens Mais Populares da Última Semana

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Bebê dado como morto acorda no momento de seu velório

Um bebê que nasceu 16 semanas prematuro foi declarado morto pelos médicos de um hospital no Paraguai mas acordou horas depois quando era preparado seu enterro. O médico Ernesto Weber, chefe da pediatria de um hospital estatal na capital Assunção, disse que o bebê pesava apenas 500 gramas quando nasceu. "Inicialmente, o bebê não se movimentava, ele praticamente não tinha nenhum reflexo respiratório, nós não ouvíamos nem seu batimento cardíaco, então, declaramos que o feto prematuro de 24 semanas estava morto", disse Weber à Reuters Television. A família recebeu o atestado de óbito e um caixa de papelão com o nome do bebê inscrito do lado de fora que serviu como um caixão. Mas quando a família levou o bebê do hospital para preparar seu velório, aconteceu o inacreditável. "Eu abri a caixa e peguei o bebê e ele começou a chorar. Eu fiquei assustado e disse ''o bebê está chorando''... e então ele começou a movimentar seus braços, suas pernas e eu fiquei assustado, nós todos ficamos assustados", disse uma pessoa da família, Liliana Alvarenga. Horas depois que a morte do bebê tinha sido declarada, ele estava vivo. O hospital iniciou uma investigação e o bebê está agora em situação estável e em uma incubadora. Fonte: UOL

sábado, 8 de agosto de 2009

O GUARDA DE ISRAEL

Um Blog a Serviço do Rei Jesus! Marcadores * COMUNIDADES * CURIOSIDADES * ESTUDOS * ILUSTRAÇÕES * MILAGRES * MISSÕES * NOTÍCIAS * PROFECIAS * TESTEMUNHOS * VÍDEOS DEUS ABENÇOE A TODOS!

terça-feira, 21 de julho de 2009

Homem é preso após interromper culto evangélico

Está detido na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Campos Novos, no Meio-Oeste, um homem que teria se incomodado com o barulho de um culto evangélico na noite de domingo. Irritado, Walter Rodrigues de Lima, 41 anos, teria efetuado seis disparos em frente à Igreja, localizada na Avenida Caetano Belicanta Neto, no bairro Jardim Bela Vista. Ele foi preso pela Polícia Militar a duas quadras do local religioso. Por volta das 16h de domingo, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de que um homem alcoolizado estaria efetuando disparos de arma de fogo em frente a uma igreja evangélica. Lima teria tentado interromper o culto, dado tiros para o alto, ameaçado uma pessoa e fugido. Em seguida, segundo a Polícia, o homem teria ido para casa, carregado o Opala, com placas de Campos Novos, com munições diversas, uma espingarda e um revólver 38. Na fuga, teria batido o carro em um poste. Os policias fizeram buscas nas redondezas da igreja e localizaram Lima. O teste do bafômetro detectou 0.75 mg de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. Ele foi levado à delegacia, onde foi preso em flagrante por dirigir embriagado, porte ilegal de armas e disparo de arma de fogo. FONTE: DIÁRIO CATARINENSE

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Mulher de Kaká abrirá igreja evangélica em Madri

Caroline Celico, a mulher do jogador de futebol Kaká, abrirá uma igreja evangélica em Madri, cidade espanhola onde seu marido atua pelo time Real Madrid. “Como pode, no meio da crise econômica, alguém ter dinheiro? E o dinheiro foi cair onde? No Real Madrid para contratar o Kaká. Acima de financeiro, acima dos benefícios da mudança, vamos poder abrir uma igreja lá. Há vidas que precisam ouvir este testemunho”, diz ela em um vídeo divulgado no “Youtube”. De acordo com informações publicadas no site, a gravação foi feita no dia 21 de junho, na Flórida, nos Estados Unidos. No vídeo, ela também comenta sobre o fato de ter esperado até depois do casamento para ter relações sexuais com o atleta. “Quando eu conheci o Kaká eu não era convertida e acabei me apaixonando pela igreja Renascer. Fiz uma aliança com o Senhor e ele tinha colocado no meu espírito casar virgem. Um dia acabei falando para o Kaká e eu pensei: ‘quando eu falar para ele, ele vai me largar’. Quando contei que queria casar virgem, ele ficou emocionado e ele falou: ‘Esse é o sinal que eu tinha pedido para o Senhor. Se você fosse a pessoa certa ia querer fazer essa aliança.’” Estão no "YouTube" dois vídeos com a pregação de Caroline. Cada um com cerca de 8 minutos de duração. Logo na abertura, a mulher do craque brasileiro é apresentada pela bispa Sonia Hernandes, fundadora da Igreja Renascer. Com o filho do casal no colo - Luca, de 1 ano -, ela abre sua pregação falando do trabalho religioso de Caroline: "Enquanto papai marca gol, a gente pisa na cabeça do diabo", diz. A“Pastora Carol”, segundo a bispa, "administra a escola de profetas" e agora tem uma nova missão: "abrir uma igreja na Espanha.” Em entrevista recente Kaká falou sobre seu desejo de se tornar pastor depois de se aposentar do futebol. "Quem sabe, um dia eu possa fazer isso através de um altar e uma igreja, pois eu gosto muito de estudar a Bíblia e conhecer sempre mais do poder Dele. Um dia, se Deus quiser, serei também pastor." Fonte: Quem

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Evangélicos são chamados para orar por fantasma de Michael Jackson

O suposto “fantasma” de Michael Jackson apareceu em forma de sombra na casa de Rocío Salazar, na localidade caribenha colombiana de Malambo, enquanto ela ensinava aos filhos alguns passos de dança do artista. Assim ela contou hoje a várias emissoras de rádio colombianas, pedindo a Deus que o “fantasma” de Michael “não volte” a sua casa. A mulher, de 44 anos, estava na quarta-feira em casa, em Malambo, vendo vídeos do falecido artista e ensinando a seus filhos alguns passos de dança do “rei do pop” que aprendeu na televisão quando era menina. De repente, sentiu um intenso “cheiro de formol, que persistiu por seis minutos”, e seus filhos lhe disseram que havia uma sombra atrás dela. “Senti medo e fiquei gelada. Cada vez que lembro fico gelada”, disse Salazar. As crianças gravaram em um telefone celular essa sombra e outra “branca” que apareceu depois. “Começaram a mostrá-la à comunidade, eu não acreditava neles. Depois a vi e, é verdade, a sombra estava atrás de mim”, disse a mulher. A casa de Salazar começou a encher de gente e ela queria apagar a imagem gravada no celular, mas um senhor disse: “não apague. Isso pode ser notícia. Chame a imprensa”. “Disse a alguns rapazes evangélicos que façam uma oração na casa. Eu peço a Deus que (o ‘fantasma’) não retorne”, disse Salazar. Há dias, circula um vídeo no site YouTube, que está perto de chegar aos 7 milhões de visitas, no qual aparece o suposto “fantasma” de Michael Jackson caminhando dentro do rancho de Neverland. Fonte: Globo

sábado, 11 de julho de 2009

Fifa repreende comemoração religiosa da seleção brasileira

Federação manda alerta à CBF após o Brasil ser acusado de utilizar o futebol como palco para a religião. A comemoração da seleção pelo título da Copa das Confederações e o comportamento dos jogadores brasileiros após a vitória sobre os Estados Unidos causam polêmica na Europa. A queixa é de que o time brasileiro estaria usando o futebol como palco para a religião. A Fifa confirmou ao Estado que mandou um alerta à CBF pedindo moderação na atitude dos jogadores mais religiosos, mas indicou que por enquanto não puniria os atletas, já que a manifestação ocorreu após o apito final. Ao final do jogo contra os EUA, os jogadores da seleção fizeram uma roda no centro do campo e rezaram. A Associação Dinamarquesa de Futebol é uma das que não estão satisfeitas com a Fifa e quer posição mais firme. Pede punições para evitar que isso volte a ocorrer. Com centenas de jogadores africanos, vários países europeus temem que a falta de uma punição por parte da Fifa abra caminho para extremismos religiosos e que o comportamento dos brasileiros seja repetido por muçulmanos que estão em vários clubes europeus hoje. Tanto a Fifa quanto os europeus concordam que não querem que o futebol se transforme em um palco para disputas religiosas, um tema sensível em várias partes do mundo. Mas, por enquanto, a Fifa não ousa punir a seleção brasileira. "A religião não tem lugar no futebol", afirmou Jim Stjerne Hansen, diretor da Associação Dinamarquesa. Para ele, a oração promovida pelos brasileiros em campo foi "exagerada". "Misturar religião e esporte daquela maneira foi quase criar um evento religioso em si. Da mesma forma que não podemos deixar a política entrar no futebol, a religião também precisa ficar fora", disse o dirigente ao jornal Politiken, da Dinamarca. Ao Estado, a entidade confirmou que espera que a Fifa tome "providências" e que busca apoio de outras associações. As regras da Fifa de fato impedem mensagens políticas ou religiosas em campo. A entidade prevê punições em casos de descumprimento. Por enquanto, a Fifa não tomou nenhuma decisão e insiste que a manifestação religiosa apenas ocorreu após a partida. Essa não é a primeira vez que o tema causa polêmica. Ao fim da Copa de 2002, a comemoração do pentacampeonato brasileiro foi repleta de mensagens religiosas. A Fifa mostrou seu desagrado na época. Mas disse que não teria como impedir a equipe que acabara de se sagrar campeã do mundo de comemorar à sua maneira. A entidade diz que está "monitorando" a situação. E confirma que "alertou a CBF sobre os procedimentos relevantes sobre o assunto". A Fifa alega que, no caso da final da Copa das Confederações, o ato dos brasileiros de se reunir para rezar ocorreu só após o apito final. E as leis apenas falam da situação em jogo. O Estado não conseguiu contato com Rodrigo Paiva, assessor da CBF, para comentar o caso. Fonte: AE Extraído do www.melodia.com.br

domingo, 21 de junho de 2009

As 95 teses de Lutero



Por amor à verdade e no empenho de elucidá-la, discutir-se-á o seguinte em Wittenberg, sob a presidência do reverendo padre Martinho Lutero, mestre de Artes e de Santa Teologia e professor catedrático desta última, naquela localidade. Por esta razão, ele solicita que os que não puderem estar presentes e debater conosco oralmente o façam por escrito, mesmo que ausentes. Em nome do nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

1. Ao dizer: "Fazei penitência", etc. [Mt 4.17], o nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo quis que toda a vida dos fiéis fosse penitência.

2. Esta penitência não pode ser entendida como penitência sacramental (isto é, da confissão e satisfação celebrada pelo ministério dos sacerdotes).

3. No entanto, ela não se refere apenas a uma penitência interior; sim, a penitência interior seria nula, se, externamente, não produzisse toda sorte de mortificação da carne.

4. Por conseqüência, a pena perdura enquanto persiste o ódio de si mesmo (isto é a verdadeira penitência interior), ou seja, até a entrada do reino dos céus.

5. O papa não quer nem pode dispensar de quaisquer penas senão daquelas que impôs por decisão própria ou dos cânones.

6. O papa não pode remitir culpa alguma senão declarando e confirmando que ela foi perdoada por Deus, ou, sem dúvida, remitindo-a nos casos reservados para si; se estes forem desprezados, a culpa permanecerá por inteiro.

7. Deus não perdoa a culpa de qualquer pessoa sem, ao mesmo tempo, sujeitá-la, em tudo humilhada, ao sacerdote, seu vigário.

8. Os cânones penitenciais são impostos apenas aos vivos; segundo os mesmos cânones, nada deve ser imposto aos moribundos.

9. Por isso, o Espírito Santo nos beneficia através do papa quando este, em seus decretos, sempre exclui a circunstância da morte e da necessidade.

10. Agem mal e sem conhecimento de causa aqueles sacerdotes que reservam aos moribundos penitências canônicas para o purgatório.

11. Essa erva daninha de transformar a pena canônica em pena do purgatório parece ter sido semeada enquanto os bispos certamente dormiam.

12. Antigamente se impunham as penas canônicas não depois, mas antes da absolvição, como verificação da verdadeira contrição.

13. Através da morte, os moribundos pagam tudo e já estão mortos para as leis canônicas, tendo, por direito, isenção das mesmas.

14. Saúde ou amor imperfeito no moribundo necessariamente traz consigo grande temor, e tanto mais, quanto menor for o amor.

15. Este temor e horror por si sós já bastam (para não falar de outras coisas) para produzir a pena do purgatório, uma vez que estão próximos do horror do desespero.

16. Inferno, purgatório e céu parecem diferir da mesma forma que o desespero, o semidesespero e a segurança.

17. Parece desnecessário, para as almas no purgatório, que o horror diminua na medida em que cresce o amor.

18. Parece não ter sido provado, nem por meio de argumentos racionais nem da Escritura, que elas se encontram fora do estado de mérito ou de crescimento no amor.

19. Também parece não ter sido provado que as almas no purgatório estejam certas de sua bem-aventurança, ao menos não todas, mesmo que nós, de nossa parte, tenhamos plena certeza.

20. Portanto, sob remissão plena de todas as penas, o papa não entende simplesmente todas, mas somente aquelas que ele mesmo impôs.

21. Erram, portanto, os pregadores de indulgências que afirmam que a pessoa é absolvida de toda pena e salva pelas indulgências do papa.

22. Com efeito, ele não dispensa as almas no purgatório de uma única pena que, segundo os cânones, elas deveriam ter pago nesta vida.

23. Se é que se pode dar algum perdão de todas as penas a alguém, ele, certamente, só é dado aos mais perfeitos, isto é, pouquíssimos.

24. Por isso, a maior parte do povo está sendo necessariamente ludibriada por essa magnífica e indistinta promessa de absolvição da pena.

25. O mesmo poder que o papa tem sobre o purgatório de modo geral, qualquer bispo e cura tem em sua diocese e paróquia em particular.

26. O papa faz muito bem ao dar remissão às almas não pelo poder das chaves (que ele não tem), mas por meio de intercessão.

27. Pregam doutrina humana os que dizem que, tão logo tilintar a moeda lançada na caixa, a alma sairá voando [do purgatório para o céu].

28. Certo é que, ao tilintar a moeda na caixa, pode aumentar o lucro e a cobiça; a intercessão da Igreja, porém, depende apenas da vontade de Deus.

29. E quem é que sabe se todas as almas no purgatório querem ser resgatadas? Dizem que este não foi o caso com S. Severino e S. Pascoal.

30. Ninguém tem certeza da veracidade de sua contrição, muito menos de haver conseguido plena remissão.

31. Tão raro como quem é penitente de verdade é quem adquire autenticamente as indulgências, ou seja, é raríssimo.

32. Serão condenados em eternidade, juntamente com seus mestres, aqueles que se julgam seguros de sua salvação através de carta de indulgência.

33. Deve-se ter muita cautela com aqueles que dizem serem as indulgências do papa aquela inestimável dádiva de Deus através da qual a pessoa é reconciliada com Deus.

34. Pois aquelas graças das indulgências se referem somente às penas de satisfação sacramental, determinadas por seres humanos.

35. Não pregam cristãmente os que ensinam não ser necessária a contrição àqueles que querem resgatar ou adquirir breves confessionais.

36. Qualquer cristão verdadeiramente arrependido tem direito à remissão pela de pena e culpa, mesmo sem carta de indulgência.

37. Qualquer cristão verdadeiro, seja vivo, seja morto, tem participação em todos os bens de Cristo e da Igreja, por dádiva de Deus, mesmo sem carta de indulgência.

38. Mesmo assim, a remissão e participação do papa de forma alguma devem ser desprezadas, porque (como disse) constituem declaração do perdão divino.

39. Até mesmo para os mais doutos teólogos é dificílimo exaltar perante o povo ao mesmo tempo, a liberdade das indulgências e a verdadeira contrição.

40. A verdadeira contrição procura e ama as penas, ao passo que a abundância das indulgências as afrouxa e faz odiá-las, pelo menos dando ocasião para tanto.

41. Deve-se pregar com muita cautela sobre as indulgências apostólicas, para que o povo não as julgue erroneamente como preferíveis às demais boas obras do amor.

42. Deve-se ensinar aos cristãos que não é pensamento do papa que a compra de indulgências possa, de alguma forma, ser comparada com as obras de misericórdia.

43. Deve-se ensinar aos cristãos que, dando ao pobre ou emprestando ao necessitado, procedem melhor do que se comprassem indulgências.

44. Ocorre que através da obra de amor cresce o amor e a pessoa se torna melhor, ao passo que com as indulgências ela não se torna melhor, mas apenas mais livre da pena.

45. Deve-se ensinar aos cristãos que quem vê um carente e o negligencia para gastar com indulgências obtém para si não as indulgências do papa, mas a ira de Deus.

46. Deve-se ensinar aos cristãos que, se não tiverem bens em abundância, devem conservar o que é necessário para sua casa e de forma alguma desperdiçar dinheiro com indulgência.

47. Deve-se ensinar aos cristãos que a compra de indulgências é livre e não constitui obrigação.

48. Deve-se ensinar aos cristãos que, ao conceder indulgências, o papa, assim como mais necessita, da mesma forma mais deseja uma oração devota a seu favor do que o dinheiro que se está pronto a pagar.

49. Deve-se ensinar aos cristãos que as indulgências do papa são úteis se não depositam sua confiança nelas, porém, extremamente prejudiciais se perdem o temor de Deus por causa delas.

50. Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa soubesse das exações dos pregadores de indulgências, preferiria reduzir a cinzas a Basílica de S. Pedro a edificá-la com a pele, a carne e os ossos de suas ovelhas.

51. Deve-se ensinar aos cristãos que o papa estaria disposto - como é seu dever - a dar do seu dinheiro àqueles muitos de quem alguns pregadores de indulgências extraem ardilosamente o dinheiro, mesmo que para isto fosse necessário vender a Basílica de S. Pedro.

52. Vã é a confiança na salvação por meio de cartas de indulgências, mesmo que o comissário ou até mesmo o próprio papa desse sua alma como garantia pelas mesmas.

53. São inimigos de Cristo e do papa aqueles que, por causa da pregação de indulgências, fazem calar por inteiro a palavra de Deus nas demais igrejas.

54. Ofende-se a palavra de Deus quando, em um mesmo sermão, se dedica tanto ou mais tempo às indulgências do que a ela.

55. A atitude do papa é necessariamente esta: se as indulgências (que são o menos importante) são celebradas com um toque de sino, uma procissão e uma cerimônia, o Evangelho (que é o mais importante) deve ser anunciado com uma centena de sinos, procissões e cerimônias.

56. Os tesouros da Igreja, dos quais o papa concede as indulgências, não são suficientemente mencionados nem conhecidos entre o povo de Cristo.

57. É evidente que eles, certamente, não são de natureza temporal, visto que muitos pregadores não os distribuem tão facilmente, mas apenas os ajuntam.

58. Eles tampouco são os méritos de Cristo e dos santos, pois estes sempre operam, sem o papa, a graça do ser humano interior e a cruz, a morte e o inferno do ser humano exterior.

59. S. Lourenço disse que os pobres da Igreja são os tesouros da mesma, empregando, no entanto, a palavra como era usada em sua época.

60. É sem temeridade que dizemos que as chaves da Igreja, que lhe foram proporcionadas pelo mérito de Cristo, constituem este tesouro.

61. Pois está claro que, para a remissão das penas e dos casos, o poder do papa por si só é suficiente.

62. O verdadeiro tesouro da Igreja é o santíssimo Evangelho da glória e da graça de Deus.

63. Este tesouro, entretanto, é o mais odiado, e com razão, porque faz com que os primeiros sejam os últimos.

64. Em contrapartida, o tesouro das indulgências é o mais benquisto, e com razão, pois faz dos últimos os primeiros.

65. Por esta razão, os tesouros do Evangelho são as redes com que outrora se pescavam homens possuidores de riquezas.

66. Os tesouros das indulgências, por sua vez, são as redes com que hoje se pesca a riqueza dos homens.

67. As indulgências apregoadas pelos seus vendedores como as maiores graças realmente podem ser entendidas como tal, na medida em que dão boa renda.

68. Entretanto, na verdade, elas são as graças mais ínfimas em comparação com a graça de Deus e a piedade na cruz.

69. Os bispos e curas têm a obrigação de admitir com toda a reverência os comissários de indulgências apostólicas.

70. Têm, porém, a obrigação ainda maior de observar com os dois olhos e atentar com ambos os ouvidos para que esses comissários não preguem os seus próprios sonhos em lugar do que lhes foi incumbidos pelo papa.

71. Seja excomungado e maldito quem falar contra a verdade das indulgências apostólicas.

72. Seja bendito, porém, quem ficar alerta contra a devassidão e licenciosidade das palavras de um pregador de indulgências.

73. Assim como o papa, com razão, fulmina aqueles que, de qualquer forma, procuram defraudar o comércio de indulgências,

74. Muito mais deseja fulminar aqueles que, a pretexto das indulgências, procuram defraudar a santa caridade e verdade.

75. A opinião de que as indulgências papais são tão eficazes a ponto de poderem absolver um homem mesmo que tivesse violentado a mãe de Deus, caso isso fosse possível, é loucura.

76. Afirmamos, pelo contrário, que as indulgências papais não podem anular sequer o menor dos pecados veniais no que se refere à sua culpa.

77. A afirmação de que nem mesmo S. Pedro, caso fosse o papa atualmente, poderia conceder maiores graças é blasfêmia contra São Pedro e o papa.

78. Afirmamos, ao contrário, que também este, assim como qualquer papa, tem graças maiores, quais sejam, o Evangelho, os poderes, os dons de curar, etc., como está escrito em 1 Co 12.

79. É blasfêmia dizer que a cruz com as armas do papa, insignemente erguida, equivale à cruz de Cristo.

80. Terão que prestar contas os bispos, curas e teólogos que permitem que semelhantes conversas sejam difundidas entre o povo.

81. Essa licenciosa pregação de indulgências faz com que não seja fácil, nem para os homens doutos, defender a dignidade do papa contra calúnias ou perguntas, sem dúvida argutas, dos leigos.

82. Por exemplo: por que o papa não evacua o purgatório por causa do santíssimo amor e da extrema necessidade das almas - o que seria a mais justa de todas as causas -, se redime um número infinito de almas por causa do funestíssimo dinheiro para a construção da basílica - que é uma causa tão insignificante?

83. Do mesmo modo: por que se mantêm as exéquias e os aniversários dos falecidos e por que ele não restitui ou permite que se recebam de volta as doações efetuadas em favor deles, visto que já não é justo orar pelos redimidos?

84. Do mesmo modo: que nova piedade de Deus e do papa é essa: por causa do dinheiro, permitem ao ímpio e inimigo redimir uma alma piedosa e amiga de Deus, porém não a redimem por causa da necessidade da mesma alma piedosa e dileta, por amor gratuito?

85. Do mesmo modo: por que os cânones penitenciais - de fato e por desuso já há muito revogados e mortos - ainda assim são redimidos com dinheiro, pela concessão de indulgências, como se ainda estivessem em pleno vigor?

86. Do mesmo modo: por que o papa, cuja fortuna hoje é maior do que a dos mais ricos Crassos, não constrói com seu próprio dinheiro ao menos esta uma basílica de São Pedro, ao invés de fazê-lo com o dinheiro dos pobres fiéis?

87. Do mesmo modo: o que é que o papa perdoa e concede àqueles que, pela contrição perfeita, têm direito à remissão e participação plenária?

88. Do mesmo modo: que benefício maior se poderia proporcionar à Igreja do que se o papa, assim como agora o faz uma vez, da mesma forma concedesse essas remissões e participações 100 vezes ao dia a qualquer dos fiéis?

89. Já que, com as indulgências, o papa procura mais a salvação das almas do o dinheiro, por que suspende as cartas e indulgências outrora já concedidas, se são igualmente eficazes?

90. Reprimir esses argumentos muito perspicazes dos leigos somente pela força, sem refutá-los apresentando razões, significa expor a Igreja e o papa à zombaria dos inimigos e desgraçar os cristãos.

91. Se, portanto, as indulgências fossem pregadas em conformidade com o espírito e a opinião do papa, todas essas objeções poderiam ser facilmente respondidas e nem mesmo teriam surgido.

92. Fora, pois, com todos esses profetas que dizem ao povo de Cristo: "Paz, paz!" sem que haja paz!

93. Que prosperem todos os profetas que dizem ao povo de Cristo: "Cruz! Cruz!" sem que haja cruz!

94. Devem-se exortar os cristãos a que se esforcem por seguir a Cristo, seu cabeça, através das penas, da morte e do inferno;

95. e, assim, a que confiem que entrarão no céu antes através de muitas tribulações do que pela segurança da paz.

[1517 A.D.]

Autor : Prof. João Flávio Martinez

FONTE: Centro Apologético Cristão de Pesquisas (http://www.cacp.org.br)

NUMA PESQUISA SOBRE QUAL A CANÇÃO DO DIANTE DO TRONO QUE MAIS MARCOU A VIDA DOS OUVINTES REVELA O GOSTO DA PREDILETA

A pesquisa é da comunidade MÚSICA GÓSPEL. ABAIXO MOSTRA A RELAÇÃO DAS 5 MELHORES DO DIANTE DO TRONO NO GOSTO DO PÚBLICO. 1º LUGAR COM 13% DOS VOTOS - Preciso de Ti DT4 2º LUGAR COM 8% DOS VOTOS - Águas purificadoras DT3 3º LUGAR COM 8% DOS VOTOS - Nos braços do Pai DT5 4º LUGAR COM 8% DOS VOTOS - Aclame ao Senhor DT1 5º LUGAR COM 7% DOS VOTOS - Quero me apaixonar DT6 OBS. A enquete ainda está em andamento, você ainda pode votar.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

China prende cinco por desenterrar adolescente para ser noiva fantasma

A polícia chinesa prendeu cinco pessoas acusadas de desenterrar o corpo de uma adolescente para ser a "noiva fantasma" de um homem morto em um acidente de carro, informa nesta segunda-feira o jornal britânico "Daily Telegraph". Segundo um jornal de Xianyang, na Província de Shaanxi, o pai do rapaz morto em um acidente de carro pagou mais de R$ 8.500 para outros quatro homens para desenterrar a adolescente para ser a noiva de seu filho após a morte. Em boa parte da China rural, a superstição leva familiares a desenterrarem jovens mortas para serem as noivas de jovens que morreram solteiros. Os familiares fazem cerimônia de casamento dos dois corpos e a noiva é enterrada novamente no mesmo túmulo do marido. Segundo o "Daily Telegraph", o governo tentou sem sucesso acabar com a prática. No ano passado, uma gangue foi presa no sudeste da China por estrangular garotas para serem vendidas como "noivas fantasmas". Fonte: Folha online

domingo, 10 de maio de 2009

Israelense planta tamareira com semente dos tempos bíblicos

Jerusalém, 15 fev (EFE).- Um agricultor israelense conseguiu cultivar uma tamareira a partir de uma semente de 2.000 anos de antiguidade, informou hoje o jornal "Ha'aretz". A semente, encontrada em escavações realizadas em 1970, estava em uma vasilha na qual haviam sido depositados restos de tâmaras na época da Roma antiga. Agora que deu origem à tamareira batizada como "Matusalém", a semente tornou-se a mais antiga já cultivada, segundo o jornal. Na semana passada, "Matusalém" passou por um teste cronológico com carbono 14 que confirmou que sua semente data da época da Roma antiga. Este tipo de tamareira desapareceu após a repressão da revolta dos judeus contra os romanos, entre os anos 66 e 73 d.C., que levou à destruição do segundo templo de Jerusalém. "Ainda não sabemos se a árvore é macho ou fêmea. Mas se for fêmea, em um ou dois anos poderemos saber qual era o gosto das tâmaras na Judéia da Antiguidade", afirmou o responsável pela façanha, Soloway, morador de um kibutz (fazenda coletiva) no deserto de Aravá, na fronteira com a Jordânia. No primeiro século d.C., o romano Plínio "O Velho" escreveu que as tâmaras da Judéia eram conhecidas por seu sabor e sua doçura. Soloway afirma que sua iniciativa "não é só um símbolo", pois também "é útil para a agricultura". Por isso, atualmente está "tentando recuperar outras plantas do período bíblico", com possíveis usos na medicina moderna, como o olíbano e a mirra, que encomendou da Somália e do Iêmen. "Nos tempos bíblicos, estas plantas eram usadas para fazer incenso, mas aparentemente elas têm características que as tornam muito úteis para a medicina moderna, sobretudo como antiinflamatórios", avaliou Soloway, que tem 54 anos e é originário de uma família rural da Califórnia. Fonte: noticias.uol.com.br

sábado, 4 de abril de 2009

Como Deus vê o coração do homem

"...porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração." (1 Sm.16:7) Certa vez, um pastor pregou uma série inteira de sermões sobre alguns trechos bíblicos muito debatidos, na esperança de evangelizar um homem de grande nível intelectual. Logo após o término da série de sermões , para alegria do pastor, o homem apresentou-se diante da congregação para nunciar que se convertera a Cristo e desejava fazer parte da igreja. Satisfeito consigo mesmo, o pastor perguntou: - Qual de meus sermões eliminou suas dúvidas? O homem respondeu: - Seus sermões? Não foi nenhum de seus sermões. - O que foi então? - Perguntou o pastor, demonstrando grande desapontamento. O homem respondeu: - O que me fez pensar seriamente foi uma pobre senhora que, ao sair da igreja, pisou em falso nos degraus da escada, bem ao meu lado. Quando estendi a mão para ajudá-la, ela sorriu e disse: "Obrigada" , e complementou: "O senhor ama Jesus Cristo, meu bendito Salvador? Ele significa tudo pra mim." No momento não parei para pensar, mas depois refleti sobre o que ela dissera. Descobri que estava no caminho errado. Ainda tenho muitas dúvida , mas agora Jesus significa tudo para mim. Fé não se baseia em convencer a Deus que somos bons. Fé é receber a bondade de Deus, que Ele nos concedeu por intermédio de Jesus Cristo. Pensamento do dia: Quando Deus mede um homem, Ele passa a fita métrica ao redor do coração, não do cérebro. Fonte: Ilustrar

Descobertas jóias de ouro com 3 mil anos em tumba egípcia

Cinco pingentes e dois anéis de ouro com mais de três mil anos, da dinastia egípcia XVIII do Império Novo (1539-1075 a.C.), foram descobertos em uma tumba na cidade de Luxor, a 600 km ao sul do Cairo, anunciou nesta terça-feira o Conselho Supremo de Antiguidades (CSA). A câmara mortuária pertenceu a Gehut, alto funcionário da rainha Hatchepsut (1482-1502 a.C.), responsável pelo Tesouro do governo, e se localiza em Derá Abu al Naga, na zona ocidental do rio Nilo. As informações são da agência EFE. Segundo a equipe de arqueólogos espanhóis responsável pelo achado, as jóias poderiam ser do próprio Gehuti ou de um membro da sua família. Na época, importantes funcionários dos governantes se vestiam com adornos dourados assim como os reis, explicaram os especialistas. Gehuti foi o encarregado de liderar a transferência dos templos da rainha Hatchepsut de Asuán para Luxor. Análises feitas pelos pesquisadores indicam também que a tumba foi saqueada em diferentes épocas faraônicas. Além disso, os conteúdos da sepultura, como o ataúde e a múmia, foram queimados em um incêndio ocorrido entre 725 e 1081 a.C.. No mesmo local, também foi encontrada a entrada de outra tumba, cujos muros estão decorados com inscrições coloridas que mostram a imagem de Nut - deusa do céu -, com as mãos abertas para abraçar o defunto. De acordo com o chefe de antiguidades de Luxor, Mansur Breik, a câmara de Gehuti é a quarta de altos funcionários egípcios já encontrada na cidade e possui algumas frases do livro dos mortos escritas nos muros. Com informações do Terra

Lista das 10 postagens mais populares desde à criação do Blog

Pegue uma Bíblia e descubra Como ir para o Céu

O plano de Deus para a sua salvação

Primeiro você precisa saber:

1) Boas obras não salvam (Efésios 2:8,9 / João 14:6 / Tito 3:4-7)

2) Todos pecaram inclusive você (Rom 3:23)

3) E por isso todos estão indo para a morte eterna (o Inferno) (Rom 6:23)

4) Mas Deus nos amou tanto que enviou Jesus Cristo para nos salvar (João 3:16 / João 14:6 / Romanos 5:8 / Lucas 5:32)

E assim se você...

1) ... se arrepender e confessar que é pecador, (2 Cor 7:10 / 1 Jo 1:9)

2) ... crer que Jesus é o Filho de Deus (Rom 10:9)

3) ... e pedir a Ele: “Jesus me perdoa, me salva! (Rom 10:13 / Lucas 23:33-43)

Então você será salvo!

1) Todos os seus pecados serão perdoados e lavados pelo sangue de Jesus (I João 1:7 / Marcos 1:40-42)

2) Você terá vida eterna no céu com Deus (João 3:16 / João 14:2-6)

3) A salvação não se perde jamais (João 10:27-30)

“Eis aqui agora o dia da salvação” (2 Cor 6:2)

Ninguém sabe quanto tempo vai viver, não adie a maior decisão que você tem a tomar na vida. Converse com Deus em uma oração simples, se arrependa, confesse, creia e clame “Jesus me perdoa, me salva, me lava, me transforma!” E assim você poderá ter absoluta certeza da salvação.

Fonte: Editora Elim – www.editoraelim.com.br – (21) 2415-7923

FOLHETO: ESTA FOI A SUA VIDA!

VOCÊ TEM UM TEMPINHO PARA VER?

PAÍSES QUE PASSARAM POR AQUI: QUASE 160

free counters