PARCERIA MEUSLINKS

Siga Também no Google+

Gostou do blog? Então Participe!

Top 5 Postagens Mais Populares da Última Semana

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

MPF pede a proibição da vacina do HPV em todo o Brasil

Segundo ação, não existe comprovação de que a vacina seja eficaz. Procurador defende que não há estudo apontando os efeitos colaterais

G1 da Globo

O Ministério Público Federal (MPF) de Uberlândia ajuizou ação civil pedindo que a Justiça Federal proíba a rede pública de Saúde de aplicar a vacina contra o HPV em todo o Brasil. A ação também pede a nulidade de todos os atos normativos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que autorizaram a importação, produção, distribuição e comercialização da vacina no país. A ação foi distribuída para a 2ª Vara Federal de Uberlândia.



O autor da ação, o procurador da República Cléber Eustáquio Neves, fundamentou o pedido no fato de que não foram realizados estudos que comprovem a eficácia ou apontem os efeitos colaterais da vacina, incluída no calendário anual de imunizações da população brasileira há cerca de dois anos.

Além da proibição da vacina, o procurador pediu a suspensão de qualquer campanha de vacinação, inclusive por meio de propaganda em veículos de comunicação e também solicitou que a Anvisa seja condenada a publicar resolução tornando a aplicação da vacina proibida em todo e qualquer estabelecimento de saúde, público e particular.

Cléber Eustáquio pediu ainda pelo recolhimento dos lotes do medicamento e devolução ao Ministério da Saúde. Por fim, pediu a condenação da União e da Anvisa por dano moral coletivo, em virtude de terem disponibilizado "vacina que, de fato, não protege as mulheres contra o câncer de colo de útero".

O G1 entrou em contato com a União e a Anvisa pedindo nota sobre o caso, mas até às 18h20 nenhuma informação havia sido repassada.

A ação

O assunto chamou a atenção do Ministério Público Federal a partir da representação feita pela mãe de uma adolescente, que, após receber a vacina, desenvolveu vários problemas de saúde, com sequelas definitivas.

Durante as investigações, o MPF ouviu um neurocirurgião da cidade de Uberlândia, que relatou a ocorrência, em pacientes que haviam tomado a vacina contra o HPV, de quadros clínicos neurológicos, como esclerose múltipla, neuromielite ótica, mielites, paraplegias, tumor de medula espinhal, lesões oculares, déficit visual, déficit de memória e aprendizado, pseudotumor cerebral e trombose venosa cerebral.

Na opinião do médico, a afirmação de que a vacina previne o câncer é "especulativa", já que ela teve seu uso clínico iniciado em 2006 e o câncer de colo de útero demora cerca de 10 anos para se manifestar. Além disso, segundo ele, os estudos a favor do uso da vacina teriam sido realizados por pesquisadores que recebem honorários do fabricante, o que retiraria a imparcialidade científica dos trabalhos.

Diante desses fatos, Cléber Eustáquio explicou que o MPF não viu outra alternativa senão a de ingressar em juízo para impedir que a vacina continue sendo aplicada em todo o território nacional, na rede pública ou privada de saúde, até porque também não existe comprovação cabal de que o HPV cause o câncer de colo de útero.

Vacina

Em 2013, o Ministério da Saúde anunciou a inclusão da vacina contra o papilomavírus (HPV) ao calendário do Sistema Único de Saúde (SUS), como medida complementar às demais ações preventivas do câncer de colo de útero, entre elas, a realização do exame Papanicolau e o uso de preservativo nas relações sexuais.

A previsão era de que, a partir de janeiro de 2014, a vacina fosse administrada em pré-adolescentes de 10 e 11 anos, em três doses, sendo a segunda um mês após a primeira e a terceira, após seis meses.

Posteriormente, o Ministério da Saúde ampliou a faixa etária, incluindo meninas dos 11 aos 13 anos. Neste caso, a terceira dose será aplicada cinco anos após a primeira.

A alteração no plano de imunização, segundo o Ministério da Saúde, decorreu de estudos que demonstraram a eficácia do esquema estendido, que possibilitaria também ampliar a oferta da vacina, a partir de 2015, para as pré-adolescentes entre nove e 11 anos de idade, sem custo adicional. Assim, quatro faixas etárias seriam beneficiadas, possibilitando imunizar a população-alvo, que possui entre nove e 13 anos de idade.

Mais recentemente, em julho deste ano, a Anvisa aprovou resolução retirando o limite de idade para a vacina, que poderá ser aplicada em todas as mulheres que tenham mais de nove anos.

No entanto, para o procurador da República Cléber Eustáquio Neves, "a decisão de fornecer a vacina contra o HPV é temerária, até porque desde que passou a ser aplicada em vários países, mais de dois mil efeitos colaterais foram registrados. O governo japonês, por exemplo, retirou seu apoio para vacinas HPV, em face do relato de inúmeros efeitos colaterais que vão desde de dor, paralisia, alterações do funcionamento do coração, alterações do sistema imunológico, dos sistemas de coagulação do sangue, dos sistemas respiratório, nervoso e digestivo, até dores musculares e infertilidade".

Fonte: G1 da Globo

Divulgação: www.juliosevero.com

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Chiquinha testemunha conversão ao Evangelho e compartilha a Palavra por onde passa

A atriz e humorista Maria Antonieta de las Nieves, que ficou conhecida ao redor do mundo por sua interpretação da personagem Chiquinha, do seriado Chaves, se converteu ao Evangelho durante um evento em Nova York, no último mês de junho.

O evento evangelístico “Harlem’s Hispanic Christian” já é tradicional na periferia da maior cidade do planeta, e Maria Antonieta ouviu a abordagem evangélica da mensagem cristã e decidiu entregar sua vida a Jesus.

De acordo com o site Mundo Cristiano, a atriz teria relatado sua conversão ao pastor Rubén Proietti, que é presidente da Aliança Cristã das Igrejas Evangélicas da República da Argentina (ACIERA).

Quando a informação se espalhou, a mídia cristã foi atrás de informações sobre as circunstâncias da conversão da atriz, e um dos voluntários na organização do “Harlem’s Hispanic Christian” contou que Maria Antonieta “arrancou” de suas mãos um exemplar do livreto que eles estavam distribuindo àqueles que haviam feito a oração de conversão.

“Logo veio a confirmação de que havia acontecido a decisão. Imaginem nossa alegria”, disse o pastor Proietti.

Atriz ora durante evento

A empolgação de Maria Antonieta com sua decisão já estaria rendendo frutos de evangelização por onde ela passa. Recentemente, ao participar de um festival no Paraguai, a atriz foi convidada pelo evangelista local Juan Cruz Cellmmare, para visitas em uma penitenciária feminina e uma escola no bairro de El Buen Pastor, em Assunção, capital do país.

Na penitenciária, a atriz compartilhou seu testemunho de conversão e uma mensagem de esperança com as presas: “Quero dizer a vocês que estou muito feliz por estar aqui. Quando me disseram que viria ao Paraguai eu disse, ‘Yupi! Bendito seja Deus’”, afirmou, pouco antes de fazer fotos com todas e cumprimenta-las.

Ao sair do pátio, Maria Antonieta, de Bíblia em punho, concedeu uma entrevista à mídia local e afirmou que somente através de Deus e de Sua Palavra as vidas podem ser transformadas.

Fonte: Gospel+

Mil judeus aceitam a Jesus como Messias numa única noite

Evento em Tel Aviv foi ministrado pelo pastor pentecostal Sid Roth

Jarbas Aragão

Em meio a inúmeros relatos de conflito raciais, ataques terroristas e tensão religiosa, há algo diferente no ar em Israel. Segundo a revista Charisma, é a presença sobrenatural de Deus em um grande avivamento.

Pela primeira vez em quase dois mil anos há o registro de 1.000 judeus ouvindo e aceitando o evangelho de Jesus Cristo ao mesmo tempo. A reunião em Tel Aviv lotou o espaço para conferências utilizado pelo ministério do judeu convertido Sid Roth.

Pregando em inglês, com tradução simultânea para o russo, o evento atraiu um público incomum para um evento desses realizado em solo israelense. Segundo a Charisma, foi algo comparado ao relato do Livro de Atos.


Embora Israel seja o país com maior liberdade religiosa do Oriente Médio, judeus que confessam a Jesus como Messias enfrentam dificuldades em seu convívio social. Menos de dois por cento da população de Israel afirma ser cristã.

Sid Roth é um pregador pentecostal, conhecido nos Estados Unidos pelo seu programa de TV It’s Supernatural [É Sobrenatural]. Há anos ele tem falado sobre um avivamento em Israel antes da volta de Jesus.

Seu ministério também abriga a Visão Messiânica, que trabalha especificamente na evangelização de judeus. O evangelista tem viajado regularmente a Israel para encontros do tipo, mas relata que nas últimas viagens a recepção à mensagem tem sido sem precedentes.

Ele tem apelado para que a Igreja ore por um mover entre os judeus nestes últimos dias. Sua pregação em Tel Aviv exaltou o amor incondicional de Deus. Depois começou a orar pelo toque de Deus na vida das pessoas presentes no encontro. Enquanto orava pela cura física, centenas levantaram as mãos, afirmando que haviam recebido o milagre.

As Escritura declaram que o judeu exige sinais (1 Co 1:22). Logo em seguida, Roth fez o convite para quem queria fazer de Yeshua (Jesus) seu Messias e Senhor.
Quase todos os presentes levantaram-se e fizeram a oração de arrependimento e salvação. Pastores messiânicos locais irão acompanhar e discipular aqueles que tomaram a decisão de seguir a Jesus.

Fonte: GospelPrime

Divulgação: www.juliosevero.com

Lista das 10 postagens mais populares desde à criação do Blog

Pegue uma Bíblia e descubra Como ir para o Céu

O plano de Deus para a sua salvação

Primeiro você precisa saber:

1) Boas obras não salvam (Efésios 2:8,9 / João 14:6 / Tito 3:4-7)

2) Todos pecaram inclusive você (Rom 3:23)

3) E por isso todos estão indo para a morte eterna (o Inferno) (Rom 6:23)

4) Mas Deus nos amou tanto que enviou Jesus Cristo para nos salvar (João 3:16 / João 14:6 / Romanos 5:8 / Lucas 5:32)

E assim se você...

1) ... se arrepender e confessar que é pecador, (2 Cor 7:10 / 1 Jo 1:9)

2) ... crer que Jesus é o Filho de Deus (Rom 10:9)

3) ... e pedir a Ele: “Jesus me perdoa, me salva! (Rom 10:13 / Lucas 23:33-43)

Então você será salvo!

1) Todos os seus pecados serão perdoados e lavados pelo sangue de Jesus (I João 1:7 / Marcos 1:40-42)

2) Você terá vida eterna no céu com Deus (João 3:16 / João 14:2-6)

3) A salvação não se perde jamais (João 10:27-30)

“Eis aqui agora o dia da salvação” (2 Cor 6:2)

Ninguém sabe quanto tempo vai viver, não adie a maior decisão que você tem a tomar na vida. Converse com Deus em uma oração simples, se arrependa, confesse, creia e clame “Jesus me perdoa, me salva, me lava, me transforma!” E assim você poderá ter absoluta certeza da salvação.

Fonte: Editora Elim – www.editoraelim.com.br – (21) 2415-7923

FOLHETO: ESTA FOI A SUA VIDA!

VOCÊ TEM UM TEMPINHO PARA VER?

PAÍSES QUE PASSARAM POR AQUI: QUASE 160

free counters