PARCERIA MEUSLINKS

Siga Também no Google+

Gostou do blog? Então Participe!

Top 5 Postagens Mais Populares da Última Semana

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Ratinho e SBT foram condenados a pagar uma indenização R$ 150 mil por ofender igreja de homossexuais

O apresentar Carlos Roberto Massa, o Ratinho, e do SBT foram condenados a pagar uma indenização por dano moral no valor de R$ 150 mil para o pastor Victor Ricardo Soto Orellana, fundador da Igreja Acalanto — Ministério Outras Ovelhas. O Tribunal de Justiça de São Paulo, por meio da 4ª Câmara de Direito Privado julgou como exercício abusivo da liberdade de expressão a forma como o apresentador se referiu a igreja e aos frequentadores dela. Por ser uma igreja inclusiva, frequentada por homossexuais, Ratinho fez chacotas durante uma matéria que mostrava um trecho do culto, nos dias 2 e 5 de maio de 2003. As palavras do apresentador sobre a igreja foram “igreja de viadinhos”, “de viados” e quando se referiu a outras sedes da congregação afirmou que não tinha filial, mas “viadal”.

Ao se manifestar sobre o valor da condenação, os desembargadores entenderam que ele não merecia reparos diante do poder econômico dos réus e para servir a sua finalidade punitiva, reparadora e educativa.
“O que se caracterizou como ilícito foi o escárnio, o teor depreciativo da matéria que se referiu nominalmente ao autor, afastando-se os réus [Ratinho e SBT] do verdadeiro propósito de bem informar”, destacou o desembargador Fábio Quadros, relator do caso.

A emissora e o apresentador alegaram que houve apenas a exibição das imagens da igreja, que está em local público. O apresentador também argumentou que agiu no exercício de sua profissão, que não houve intenção de ofender ninguém e, por isso, o pedido é excessivo, abusivo e improcedente.

Três desembargadores do Tribunal de Justiça não aceitaram os argumentos apresentados pelas defesas. De acordo com o tribunal, até os programas de natureza sensacionalista devem guardar o mínimo de respeito à dignidade da pessoa humana, pois a liberdade de imprensa, conquistada a alto preço, não pode ser motivo para violação imotivada e injustificada de princípios da Constituição Federal.

Em primeira instância, o juiz Guilherme Santini Teodoro, da 4ª Vara Cívil de São Paulo, já havia qualificado as atitudes de Ratinho de uma “postura jocosa, desrespeitosa, depreciativa e pejorativa” ao abordar em seu programa a comunidade gay.
Fonte: Conjur / www.amigodecristo.com

domingo, 28 de agosto de 2011

Igreja é destruída e membros são hostilizados

O Sudão é um país devastado
pela guerra civil
SUDÃO (35º) - Mais de sete meses depois de extremistas muçulmanos queimarem seu templo, a Igreja Presbiteriana do Sudão (PCOS) ainda está com medo de se reunir para adorar a Deus, segundo fontes cristãs.

O reverendo Maubak Hamad disse que sua igreja em Wad Madano, a 138 quilômetros de Cartum, não conseguiu começar sua reconstrução desde 15 de janeiro, devido à devastação dos recursos da congregação. “Nada foi feito depois que a igreja foi queimada. Até agora ela não foi reconstruída”, disse ele à Compass.

Fontes cristãs disseram que estão cada vez mais temerosas com relação aos extremistas muçulmanos, que representam uma ameaça contra os cristãos, numa tentativa de transformar o Sudão no que eles chamam de “Terra do Islã”, eliminando o cristianismo do país.

“Os desafios enfrentados agora por muitos dos cristãos que vivem no Sudão são algo pelo qual precisamos orar muito, pedindo ao Senhor que intervenha”, disse outro líder de uma igreja do Sudão que pediu anonimato.

O edifício da PCOS em Wad Madano foi incendiado, depois de uma série de ameaças contra a igreja, vindas de extremistas muçulmanos. “Essas atividades anticristãs continuam a crescer ainda mais hoje em dia, tendo como objetivo intimidar os cristãos do norte do Sudão”, disse o líder da igreja.

Os danos materiais contra o templo foram estimados em quase 2 mil libras sudanesas (US$ 740). Entre os itens destruídos há livros cristãos, bíblias traduzidas para as línguas da região, cadeiras, mesas e o púlpito.

“Os muçulmanos fizeram da nossa igreja um alvo, porque eles não querem na região nada relacionado ao cristianismo”, disse um membro da igreja.

Cristãos do norte do Sudão estão vivendo com medo desde que o sul do país se separou politicamente, em 9 de julho. Um mês depois de o Sul se separar do norte, que é predominantemente islâmico, as pressões sobre a igreja aumentaram muito, com grupos muçulmanos ameaçando destruir as igrejas e matar os cristãos, para ‘purificar’ o país, eliminando o cristianismo.

Um jornal anticristão do Sudão, que tem fortes ligações com o partido que governa a Coreia do Norte, defende que o norte do Sudão deve se tornar um estado puramente islâmico e árabe. O Al Intibaha é um jornal diário, bem conhecido por incitar os muçulmanos contra os cristãos no Sudão.

As hostilidades contra os cristãos vindas do governo começaram a aumentar no ano passado, após uma declaração do presidente Omar al-Bashir, em que ele afirmou que o governo iria ser baseado na Sharia (Lei Islâmica) e na cultura islâmica, tendo o árabe como língua oficial.


Fonte: Compass Direct / Portas Abertas


Atriz revela que escapou de seita



Rose McGowan disse que quase foi molestada quando era criança.
Rose McGowan ficou conhecida por interpretar a bruxinha Paige no seriado Charmed e por ter namorado o músico Marilyn Manson, mas o que ninguém sabe é que a atriz de “Conan, o Bárbaro”, apesar de seu perfil descolado, foi criada, até os nove anos de idade, na seita "Meninos de Deus", na qual a sua família atuava e pela qual morava em Florença.
Em uma entrevista recente à revista People, ela afirmou que escapou de ser molestada em cultos realizados nessa seita, depois que os pais dela começaram a ficar com medo de que isso pudesse acontecer. A seita é conhecida por acreditar na vinda de um segundo Jesus Cristo. Mas o que parecia ser inocente, se tornou algo aterrorizante: os cultos começaram, aos poucos, a instigar relações sexuais entre adultos e crianças. Quando a família percebeu, resolveu voltar para os Estados Unidos e cortar qualquer contato com o grupo religioso.

“Cresci em um cenário religioso, mas sempre fui quem eu sou hoje. Acreditava em Deus, mas não estava de acordo com o estilo de vida hippie, nem com o papel submisso dado às mulheres da seita. Não queria ser uma dessas mulheres”, disse ela. A atriz disse ainda que não foi fácil assimilar a mudança de vida: “Eu e meus irmãos achávamos tudo muito chato (nos Estados Unidos)”.

Rose fez questão de dar a volta por cima: muitos anos depois ela voltou à cidade onde fica a seita com seu então namorado Marilyn Manson: “Nós provocamos um verdadeiro problema por lá”, brincou ela.


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Um Exemplo de Cristã - Lição de Vida

Esse vídeo é para nós, cristãos, que reclamamos por qualquer coisa.

Vitória Martins, menina de 14 anos tem uma doença rara, mas isso não abala a sua fé, que apesar de todas as limitações causadas por uma grave doença cumpre o chamado de Deus para que cada cristão vá e faça discípulos.


Para refletir.




quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Padres gays, orgias e filhos clandestinos são parte da rotina do Vaticano, descreve jornalista italiano em livro

O fenômeno da sexualidade na Igreja Católica, segundo o autor, é gigantesco e complexo. Fazem parte deste mundo os padres gays que optam por uma vida dupla; os sacerdotes que se relacionam com mulheres clandestinamente; e mesmo os filhos desses relacionamentos, que são abortados, escondidos ou privados de um pai pela vida inteira, para que se evite escândalos.
“Entre os sacerdotes que não respeitam a castidade, há muitos que têm uma verdadeira vida paralela, uma companhia fixa com a qual não apenas fazem sexo, mas com quem vivem uma vida escondida, como marido e mulher", afirmou Abbate, em uma entrevista exclusiva ao UOL Notícias.
O jornalista conta que a investigação, nascida de uma reportagem publicada na revista italiana "Panorama", terminou como um extenso mergulho nesse mundo, munido de uma câmera escondida para garantir "provas sobre aquilo que iria contar".
E apesar de ter seu foco em Roma, Abbate garante que o cenário que ele descreve não está restrito ao núcleo do Vaticano. "Da Alemanha à França, da Espanha à Irlanda, da Suíça à Áustria, da Polônia à África, da América Latina aos Estados Unidos e ao Canadá. Acontece a mesma coisa em toda parte do mundo", afirma.
Procurada pela reportagem, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) disse que não tinha conhecimento do livro e por isso não poderia comentar os temas citados.
Acompanhe abaixo os principais trechos da entrevista.
UOL Notícias: Em seu livro, o senhor denuncia vários casos de padres que têm uma vida religiosa tradicional ao mesmo tempo em que também exercem sua sexualidade. Como o senhor fez a investigação para chegar a essas histórias? Qual era o seu objetivo em publicar o livro?
Carmelo Abbate: Realizei a reportagem com uma câmera escondida, isso com o objetivo de ter provas sobre aquilo que iria contar. O objetivo do meu trabalho é trazer à tona a vida escondida de grande parte do clero católico, como padres que têm uma vida sexual secreta, tanto homossexuais quanto heterossexuais. Há padres que têm uma companhia fixa e até mesmo filhos.
E me choca especialmente a atitude da alta hierarquia eclesiástica, o comportamento dos bispos, quando tomam conhecimento das relações secretas dos religiosos, as tentativas de convencer as mulheres a abortarem, dar o filho para adoção, os contratos que garantem o sustento e compram o silêncio das mães com relação à identidade dos pais destas crianças.

+ sobre o livro

  • [Neste trecho, o autor descreve como Michele, um italiano gay de 25 anos, conhece um padre francês em uma sauna de Roma. Tradução livre do original]
  • Michele passa. Olha. Eles se olham. Depois volta. Passa de novo. A mão agarra na toalha e o puxa para dentro de uma cabine.
  • Beijam-se, tocam-se, amam-se. Não é um encontro de sexo casual como de costume. Tudo é muito suave, tranquilo, educado, leve. Belo. Alcançado o orgasmo, a mão se esgueira até Michele. Aconchega-se ao seu lado, o abraça, em silêncio. Cochilam.
  • O despertar não é desconfortável. Apresentam-se, a mão quer saber o que Michele faz da vida, onde mora, quantos anos tem.
    "E você, de onde é?", diz Michele.
    "Sou francês", diz a mão.
    "E o que faz em Roma?", diz Michele.
    "Estudo teologia", diz a mão.
    "Ah, vá!", diz Michele.
    "Sim", diz a mão.
    "Legal", diz Michele.
    "Mas você entendeu?", diz a mão.
    "Claro", diz Michele.
    "Se quer me fazer uma pergunta, pode fazer", diz a mão.
    "Você é um padre?", diz Michele.
    "Sim", diz a mão.
  • (...)
    Michele pergunta como pode um padre não conseguir seguir o ensinamento da Igreja. Como pode não ser coerente com as coisas que prega no púlpito. Não julga. Pergunta. A mão não se esquiva. Responde. Quer ser compreendido. Fala da beleza e da grandeza do Senhor, da importância do credo. E de como um padre é antes de tudo um homem, e só depois um padre.
UOL Notícias: O senhor diz que o Vaticano conhece a questão dos padres gays e mesmo dos abortos. Quais são as verdadeiras dimensões do fenômeno?
Abbate: Coletar dados para dimensionar o fenômeno é uma tarefa difícil. Difícil porque, como é óbvio, não há estudos e tabelas oficiais, é preciso se contentar com estimativas parciais, que não têm a pretensão de trazer a verdade científica, mas que podem ajudar a entender quão grande é o terreno sobre o qual caminhamos.
As tentativas mais articuladas vêm dos Estados Unidos. Segundo vários estudos do psiquiatra Richard Sipe, ex-monge beneditino e ex-sacerdote, 25% dos padres americanos tiveram relações com mulheres depois da ordenação. Outros 20% estiveram envolvidos em relações homossexuais ou se identificam como homossexuais ou se sentiram em conflito com essa questão.
No Brasil, o Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais (Ceris) realizou uma pesquisa anônima com 758 padres católicos: 41% admitiram ter tido relações sexuais. Metade se diz contrária ao celibato.
Vamos à Europa. Eugene Drewermann, escritor, crítico, teólogo e ex-padre, afirma que na Alemanha, em um total de 18 mil sacerdotes, pelo menos seis mil vivem com uma mulher.
O jornal “The Guardian” fala de milhares de casos de filhos de padres católicos no Reino Unido. Segundo Pat Buckley, bispo irlandês que fundou um grupo de apoio para amantes de padres, pelo menos 500 mulheres na Irlanda têm uma relação com um padre católico.
E na Itália? Nada de nada. Ninguém nunca tentou esboçar qualquer levantamento. E tente entrar em contato com os psiquiatras que acompanham os casos mais difíceis de padres envolvidos em affaires sexuais. Evitam você como se fosse a peste.
UOL Notícias: Então seria possível afirmar que este é um fenômeno presente no mundo inteiro?
Abbate: Da Alemanha à França, da Espanha à Irlanda, da Suíça à Áustria, da Polônia à África, da América Latina aos Estados Unidos e ao Canadá. Acontece a mesma coisa em toda parte do mundo, não só em Roma e nas vizinhanças do Vaticano.

Orgias e filhos clandestinos eram parte da rotina do Vaticano no século 15, aponta HQ






























UOL Notícias: O seu livro conta de padres que procuram espaços para expressar a sexualidade, seja em bares, seja na internet, com perfis secretos no Facebook nos quais assumem a homossexualidade, mas que ao mesmo tempo não desejam abandonar a vida religiosa. Depois de tudo que o senhor conheceu, como vê exigência do celibato?
Abbate: O celibato não funciona, é óbvio. Nunca funcionou. O sexo é onipresente. Estão envolvidos nesses casos não só padres, mas bispos e cardeais. A cultura do sigilo que permeia a Igreja existe há milênios, ditada pelos eclesiásticos. Os eclesiásticos são um círculo restrito que controla toda a igreja e detém todo o poder, e o poder exige um nível de sigilo. O resto do mundo que fique na ignorância.
UOL Notícias: O Vaticano nega os casos? Como reage a Igreja?
Abbate: Para o Vaticano, o centro do problema é o escândalo, não o pecado individual. Porque o escândalo vai além da questão individual e alcança a instituição, alimenta uma série de dúvidas fortes sobre quem é envolvido. O escândalo coloca o problema de uma Igreja que mantém a seu serviço aqueles que não cumprem com sua missão universal, aqueles que traem essa missão. Em resumo, o escândalo afugenta os fiéis da Igreja.
Durante o tempo em que estive envolvido com essa questão, entendi uma coisa: a Igreja não quer problemas. O respeito aos pobres fiéis ingênuos, salvo raríssimas exceções, é fator secundário. Muito diligente nas declarações de princípio, muito hipócrita nas questões práticas: esta é hierarquia vaticana. Esta é a Igreja de Roma. Seu primeiro mandamento é salvaguardar sua espécie, uma espécie a caminho da extinção.




Fonte: uol.com.br / Rocha Ferida / O guarda de israel


Otan impede missão brasileira de entrar na Líbia

Mário Augusto Jakobskind

Otan impede missão brasileira de entrar na Líbia. 15451.jpegUma delegação brasileira integrada por parlamentares, jornalistas e ativistas sociais que tinha a missão de ir à Líbia verificar de perto a situação naquele país norte africano ficou retida em Túnis por não poder cumprir a missão a que estava designada em função dos intensos bombardeios da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

Em Trípoli não dava para chegar de avião, somente por terra e numa estrada a partir da fronteira com a Tunísia. Próximo daquela área houve durante quatro dias na semana que passou (e continuaram) combates entre os chamados rebeldes e as forças leais a Muammar Khadafi.

Civis foram atingidos e ninguém pôde atravessar a fronteira para ir ao território líbio. Os que tentaram, como o médico líbio Heghan Abudeihna, que chegava do exterior via Tunísia foram atingidos. Integrantes da família do médico foram vitimados, segundo informações procedentes de Trípoli.

A OTAN não se importava em saber se seus ataques atingiriam ou não populações civis, o que o governo líbio garantira ter acontecido e até chamou delegações de várias partes do mundo, não só a brasileira, como dos Estados Unidos, Itália e muitos outros países, para verificar de perto os acontecimentos, como os efeitos dos bombardeios da OTAN sobre a população civil.

Quando chegava a vez dos brasileiros, a última delegação que faria um relatório a ser apresentado à Organização das Nações Unidas, a ação militar da OTAN impediu a entrada, que se fosse acontecer colocaria em risco os nove integrantes, inclusive este jornalista, dois parlamentares, Protógenes Queiroz (PC do B) e Brizola Neto PDT), entre outros. O próprio governo líbio recomendou a suspensão da ida para evitar algum incidente de consequências fatais.

Na verdade, ao longo de seis meses os insurgentes contra Khadafi só conseguiam avançar, e mesmo assim por um tempo curto, com a ajuda da OTAN. Sem isso, provavelmente a crise já teria terminado com algum tipo de acordo político. Um dos objetivos da presença da delegação brasileira na Líbia era o de também colaborar no sentido de a paz retornar ao país norte africano.

Uma das propostas que voltou a ser sugerida, inclusive apoiada em nota da delegação brasileira, é a da realização de um plebiscito, sob a supervisão da ONU, para que o povo decidisse o regime a ser seguido no país.

A OTAN, entretanto só queria mesmo sufocar a capital líbia com bombardeios diários para dificultar a entrada de víveres e mesmo ajuda humanitária que chegava à Líbia atravessando a estrada Djerba (na Tunísia) até Trípoli, a via de acesso pela qual a delegação brasileira chegaria a capital. Ou seja, o único objetivo da estratégia era o de sufocar Trípoli impedindo a entrada de alimentos e combustíveis. E na guerra da informação, os rebeldes ganhavam força, o que era negado pelo governo líbio.

Se as forças anti-Khadafi tivessem povo mesmo como apregoam teriam realizado manifestações populares massivas, o que nunca aconteceu até agora. Mesmo as fotos da entrada dos opositores em Trípoli, segundo as agências internacionais, indicam a ausência do povo.

Os constantes ataques aéreos e o cerco atual a Trípoli tinham por objetivo basicamente de acabar com o regime capitaneado por Khadafi. Por estas e muitas outras, países com reservas de petróleo, inclusive o Brasil, devem se cuidar, porque a cobiça é cada vez mais intensa. No caso líbio ainda se soma o fator geopolítico do controle da região.

Se os opositores de Khadafi tomarem mesmo o poder, como assinalam as recentes informações, o futuro do país norte africano é uma incógnita, mas já se pode adiantar algumas previsões, como, por exemplo, empresas petrolíferas voltarem a estar presentes nos moldes próximos aos dos anos anteriores da ascensão do dirigente que está sendo deposto com a ajuda fundamental da OTAN e ainda a participação bastante lucrativa de empresas estrangeiras na reconstrução da Líbia, que teve grande parte de sua infraestrutura destruída pelos constantes bombardeios.

Quando do retorno da delegação ao Brasil informação divulgada pelo Conselho Nacional de Transição através das agências internacionais dava conta que os opositores do regime ao entrarem em Trípoli prenderam três filhos de Khadafi, Saif al-Islam, Al-Saadi e Muhammad al-Khadafi, que seriam encaminhados para serem julgados pelo Tribunal Penal Internacional. Pouco tempo depois essa informação foi desmentida.

O Primeiro-Ministro David Cameron, do Reino Unido, um dos países integrantes da OTAN aproveitou as informações procedentes da Líbia para saudar a suposta vitória dos opositores de Khadafi e sobretudo tentar desviar a atenção da grave crise econômica enfrentada pelo seu país, especialmente os acontecimentos com os distúrbios ocorridos em Londres. Já o presidente Barack Obama pedia que Khadafi não resistisse para evitar mais derramamento de sangue.

Sobre Muammar Khadafi, as agências internacionais divulgavam nesta segunda-feira que o Pentágono informava que o líder líbio permanecia em seu país, enquanto chegou a circular que ele teria deixado a Líbia.

Resta agora aguardar a definição do quadro na Líbia e a confirmação ou não de que os comunicados do Conselho Nacional de Transição realmente representam com precisão os acontecimentos no país norte africano.

Todo o noticiário sobre a Líbia deve ser visto com cautela e reserva. Ao longo dos meses, visivelmente ocorreram manipulações da informação não apenas de agências de notícias internacionais, como da TV Al Jazeera, com sede no Catar, um dos países apoiadores dos opositores do regime líbio.

O referido canal por diversas vezes apresentou imagens sobre ocupação de cidades líbias pelos rebeldes, quando na verdade o quadro não estava definido e a ocupação ocorria geralmente depois dos bombardeios da OTAN, acontecendo em seguida a retomada por forças pró-Khadafi.

Não só em Benghazi, ocupada pelas forças opositoras, como em outras cidades, o maior ausente era o povo que não aparecia para comemorar supostas vitórias contra os soldados apoiadores de Muammar Khadafi, o que não era destacado, mas também não podia ser omitido nas imagens que apresentavam os opositores armados.

Integrantes da delegação brasileira que ficaram retidos na cidade de Túnis conversaram em várias ocasiões com opositores do regime líbio. Eram geralmente jovens que aparentavam pertencer a famílias ricas, alguns deles até ostentando emblemas da monarquia do rei Idris, afastado do poder por uma revolução popular comandada por Muammar Khadafi em 1969.

Alguns motoristas de táxi em Túnis, em tom irônico ao comentarem sobre a existência de hotéis superluxuosos, como o de nome Cartago, diziam que eram os locais de preferência de muitos líbios que deixaram o país de origem nos últimos meses.

Muitos líbios circulavam em Túnis com seus carros que eram identificados por placas diferenciadas com fundo branco. Não eram poucos e se somavam aos milhares de veículos circulando nas ruas e avenidas da capital tunisiana.

No dia da volta da delegação, os jornais brasileiros noticiavam que a Tunísia reconheceu o Conselho Nacional de Transição como único governo da Líbia.

Tunísia prepara eleição de Assembleia Constituinte

Em relação à Tunísia, os eleitores preparam-se para eleger a 23 de outubro próximo uma Assembleia Constituinte. Estão registrados 100 (cem mesmo) partidos. Alguns partidos islâmicos querem que a Tunísia volte ao tempo da sharia, a lei islâmica, que prevê, entre outras coisas, decapitações de mãos para determinados crimes, inclusive o roubo e assim sucessivamente.

O problema é complexo. Ditadores sanguinários e corruptos como Ben Ali, da Tunísia e Hosny Mubarak, do Egito, sempre usaram a força bruta para massacrar o povo com o pretexto de combate às Irmandades Muçulmanas. Os dois mencionados, que foram apeados do poder pelo povo, adotaram políticas econômicas neoliberais que resultaram no empobrecimento de parcelas significativas do povo e ainda o enriquecimento de seus familiares. Ben Ali, por exemplo, controlava bancos e áreas turísticas.

Motoristas de táxi em Túnis mostravam aos turistas estrangeiros prédios portentosos, inclusive sede de bancos, que pertenciam aos familiares do ex-ditador. E complementavam a informação com muito orgulho revelando que os bens foram confiscados pelo Estado tunisiano.

Em termos turísticos, a Tunísia atrai muitos europeus e asiáticos. É um país privilegiado em termos de belezas naturais e de história. Há quem diga até que a Tunísia é uma espécie de Turquia sem marketing. Ou seja, um país privilegiado pela natureza e bastante badalado em vários quadrantes, inclusive pela classe média brasileira com recursos para viajar. Comparem quando alguém diz que "estou indo para a Turquia" com outro que anuncia a ida para a Tunísia.

As autoridades tunisianas precisam apenas fazer alguns ajustes para que o país desenvolva ainda mais a sua principal atividade econômica, o turismo. Uma delas seria a criação de um eficiente sistema de coleta de lixo em Túnis, pois em muitas áreas da cidade tal serviço inexiste.

Pouco se sabe que na Tunísia na década de 50, logo após a independência em 1956, o carismático líder Habib Bourguiba instituiu uma espécie de Bolsa Família oferecendo subsídios do Estado para famílias de baixa renda. E quem recebia eram as mulheres, por serem consideradas o setor da sociedade em melhores condições para gerir o subsídio.

Bourguiba, um socialista e herói da independência, que mais tarde fez concessões ao esquema do deus mercado, acabou deposto e então Ben Ali ocupou o comando instituindo uma ditadura policial das mais violentas da região. Bourgiba aboliu o uso do véu pelas mulheres, o que se manteve posteriormente.

Como tudo que é proibido acaba sendo cultuado e até cobiçado, logo após a eclosão das mobilizações populares que resultaram na queda de Ben Ali muitas mulheres voltaram a trajar o véu e mesmo a burca. Nas ruas de Túnis podem ser vistas mulheres de véu e com trajes ocidentalizados.

Esta realidade vista na Tunísia confirma que qualquer tipo de imposição, não só na forma de trajar das mulheres como em qualquer são ineficazes e numa primeira oportunidade o que é considerado ilegal por determinadas autoridades caem. Obrigadas autoritariamente pelo Estado a trajar de uma forma, muitas mulheres respondem hoje desta forma. Mas ao contrário do que acontece em muitos outros países muçulmanos, como a Arábia Saudita, as mulheres tunisianas conquistaram direitos que são inalienáveis. De véu ou sem véu elas, por exemplo, dirigem normalmente seus automóveis e não são consideradas preconceituosamente, como acontece em muitos países de tradição machista, como barbeiras, o sinônimo de mau motorista.

O tráfego em Túnis também merece um capítulo a parte. Talvez seja um dos mais caóticos do mundo. Pode-se afirmar sem sombra de dúvidas que quem dirige na capital tunisiana está habilitado a dirigir em qualquer parte do mundo.

A empresa de seguro de automóveis que ingressar na Tunísia provavelmente aferirá lucros em grande escala. Parte dos automóveis em Túnis necessitam de serviços urgentes de consertos, pois rodam com latarias bastante avariadas resultantes de choques.

O povo é profundamente religioso. Neste mês de agosto, do Ramadan, para tudo às 13 horas, sendo que os seguidores do islamismo mantêm a tradição de jejum do nascer ao por do sol. No horário mencionado muita gente para nas ruas para a oração e com os corpos voltados para Meca. Nas proximidades das mesquitas podem ser ouvidas também convocatórias para a reza.

Nas noites, o povo sai às ruas em massa, sendo que a classe média ocupa restaurantes onde se apresentam conjuntos musicais alegres para a ceia constituída apenas de doces típicos do país. As comemorações estendem-se até de madrugada, mas às 9 horas da manhã as lojas e o vasto mercado popular chamado Medina voltam a funcionar normalmente.

A 23 de outubro, os eleitores terão de escolher entre os 100 (cem mesmo) partidos para constituir uma Assembleia Constituinte, que terá a incumbência de tornar a Tunísia um país com leis na área social, entre outras coisas.

Depois da revolução que resultou no fim de uma das ditaduras mais cruéis dos últimos tempos no mundo, a Tunísia abre caminho para novos tempos. Se por algum motivo o processo nesse sentido for interrompido, provavelmente o povo voltará a se manifestar nas ruas exigindo reformas verdadeiras.

Resta agora aguardar o resultado das urnas resultantes da eleição que para a Assembleia Constituinte, eleição esta a ser acompanhada por observadores internacionais integrantes apenas de representantes de entidades sociais. O governo decidiu que os governos estrangeiros não poderão mandar seus representantes para fiscalizar a eleição, cabendo esse direito apenas às entidades representativas dos movimentos sociais de todas as partes do mundo.

A Embaixada brasileiras na Tunísia sugeriu ao Itamaraty que fossem convidados representantes da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da União Nacional dos Estudantes (UNE) como observadores brasileiros nas eleições do próximo dia 23 de outubro (MAJ).


Fonte: Port Pravda Ru  / O guarda de israel

Grupo terrorista Al-Shabaab não distribui alimentos aos cristãos para erradicá-los do país

Título original: Cristãos sofrem com fome e violência na Somália

Grupo terrorista Al-Shabaab não distribui alimentos aos cristãos para erradicá-los do país

O grupo terrorista Al-Shabaab não tem distribuído alimentos aos cristãos somalis que passam fome na região que eles controlam. É apenas o mais recente dos esforços sistemáticos do grupo terrorista islâmico para erradicar os cristãos da Somália.

De acordo com a ICC (International Christian Concern), a negação intencional do Al-Shabaab em distribuir a ajuda humanitária a todos já resultou na morte de 18 cristãos nas cidades somalis de Afgoye, Baidawa e Kismayo. Jonathan Racho disse: “Qualquer somali suspeito de ser cristão, ou amigo de um cristão, não recebe a ajuda alimentar.”

Infelizmente, a contínua eliminação da pequena comunidade somali de cristãos nas mãos do Al-Shabaab passou despercebida, eclipsada pelos outros horrores de tortura, estupros e assassinatos realizados pela população muçulmana da Somália.

Mais recentemente, em um relatório divulgado pela Human Rights Watch, foram encontrados dados sobre decapitações públicas e flagelações; recrutamento forçado de crianças para ser soldados; negação da assistência humanitária a 2,2 milhões de somalis que estão passando fome no território controlado pelo Al-Shabaab.

Deve-se notar que a perseguição aos cristãos antecede a ascensão do Al-Shabaab. A perseguição começou na guerra que teve início em 1991. Durante esse tempo, estima-se que mais de mil somalis adultos foram mortos nesse país predominantemente muçulmano, além de milhares de outros forçados a fugir do país ou negar sua fé para salvar suas vidas.

Um cristão secreto disse: “Sabemos que, se qualquer pessoa suspeitar que somos cristãos, seremos torturados ou até mortos. Por isso oramos em segredo. Temos orado nas salas de oração das mesquitas, mas, apesar de toda a nossa cautela, muitos dos nossos amigos foram mortos. Vivemos com medo.”

Outro incidente horrível ocorreu em dezembro de 2010, quando uma garota de 17 anos, que se converteu ao cristianismo, foi assassinada a tiros por parentes. A jovem tinha fugido de sua aldeia depois que seus pais a haviam espancado e acorrentado a uma árvore.

No entanto, enquanto a perseguição tem sido a norma para os cristãos da Somália, o Al-Shabaab tornou esse nível totalmente novo e brutalmente perturbador.

Em 2008, os membros do Al-Shabaab deceparam a cabeça de Manssur Mohammed, de 25 anos de idade, por se converter ao cristianismo. De acordo com testemunhas, os militantes islâmicos circularam um vídeo para instigar o medo entre aqueles que contemplam a conversão do islamismo para o cristianismo.


Fonte: Missão Portas Abertas / CPAD / O guarda de israel

Cristãos são presos no subúrbio de Teerã


IRÃ (2º) - Nos últimos dias, ouviram-se relatos sobre a crescente pressão sobre a comunidade cristã em território iraniano. Nesse contexto, as forças de segurança prenderam uma mulher cristã em sua casa, a leste de Teerã, transferindo-a para um local desconhecido.

A agência de notícias cristã iraniana Mohabat News relata que no sábado, 30 de julho de 2011, agentes de segurança invadiram a casa de Leila Mohammadi e a vasculharam exaustivamente.

Eles recolheram tudo o que a relacionasse com atividades cristãs, incluindo livros cristãos, DVDs, bem como seu computador pessoal. De acordo com testemunhas oculares, Leila foi forçada a entrar no carro da polícia e levada a um lugar desconhecido.

A Mohabat News apurou que, no dia seguinte, a família de Leila foi informada, através de uma ligação telefônica privada, de que ela estava em um centro de detenção chamado “Hor”. Esse centro pertence à força policial iraniana e está localizado perto da praça Hor, em Teerã.

Também foi relatado que outra pessoa, com o nome “Parviz”, foi presa por ter envolvimento nesse caso. A casa dele foi revistada pelos oficiais, que também apreenderam seu computador pessoal.

O homem estava sob custódia policial havia três dias e foi temporariamente liberado, depois de ter assinado uma declaração de renúncia. Aparentemente, ele foi preso por causa do envolvimento de sua esposa com as atividades cristãs que Leila Mohammadi organizava.

O relatório também indica que Leila foi acusada pelas autoridades de segurança de espalhar o cristianismo e evangelizar no país. Leila não tem contato com sua família desde que foi presa. Sua família e parentes estão preocupados com sua situação.

Os últimos relatórios indicam que seu paradeiro é desconhecido desde que ela foi transferida para uma prisão chamada “Evin”.

Tradução: Lucas Gregório


Fonte: Mohabatnews / Portas Abertas

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Policiais vietnamitas agridem cristãos durante culto

Família cristã da tribo montagnard
VIETNÃ (18º) - Um ataque contra a minoria cristã que vive no planalto central do Vietnã deixou 16 homens e mulheres gravemente feridos e um homem ainda foi preso, de acordo com a Internacional Christian Concern.

Em 7 de julho, as forças de segurança vietnamitas e a polícia interromperam um culto na aldeia de Buon Krel Krot, batendo nos participantes. Os agentes das forças de segurança ainda disseram que se eles continuassem indo às reuniões, seriam presos.

Doze homens e quatro mulheres foram tão violentamente espancados que ficaram quase todos inconscientes.

A polícia bateu em Jung com bastões até que ele desmaiou e perdeu a consciência. Jung foi posteriormente levado pela polícia e ficou sob custódia das autoridades. Outros moradores foram espancados com bastões, armas de fogo e galhos de árvore. A vítima mais jovem tinha apenas 13 anos de idade.

O Vietnã tem mantido há muito tempo uma política de assédio, perseguição, tortura e prisão contra os cristãos que não são membros de igrejas afiliadas ao governo.

“O governo vietnamita tem como alvo principal os montagnards (etnia do país), simplesmente porque eles são membros de igrejas cristãs; e o governo tem uma política muito antiga de eliminar as igrejas cristãs que são independentes do governo”, disse Scott Johnson, da Fundação Montagnard.

Desde 2011, mais de 350 montagnards foram presos e condenados à prisão por ter sido considerados “subversivos” pelo regime vietnamita.

“Estamos apelando ao governo vietnamita que cesse essa política sistemática de violência e perseguição contra os cristãos, especialmente os montagnards”, disse Kris Elliot, gerente regional da ICC para o sudeste da Ásia.

Tradução: Lucas Gregório


Fonte: Worthy Christian News / Portas Abertas / O guarda de israel

Após confusão em jogo, Kaká dá testemunho dentro e fora do campo

Segundo jogo, do regresso de Super Copa da Espanha em 17 agosto, ganhou as manchetes não apenas a vitória final do FC Barcelona.
Todos os jornais e os meios de comunicação tratam a briga final em que vários jogadores foram pegos de ambos os times após um entrada dura do meia brasileiro Marcelo Fabregas Barca, que envolveu a expulsão do jogador do Real. Durante a briga que se formou, havia outros tipos de ataques, como os trocados entre Mourinho e assistente de treinador do Barcelona, ​​Tito Vilanova.

Embora em um conflito violento cada um dos envolvidos tem sua responsabilidade, mas acontece que no final sempre recai a culpa de tudo sobre o treinador e alguns jogadores individuais do Real Madrid. Embora no final ambas as equipes estavam quase todos os jogadores envolvidos de uma forma ou de outra.
Dizemos quase porque, embora em meio as cenas do incidente ocorrido no jogo passou desapercebido que um jogador do Real Madrid queria ficar longe da confusão: Kaká.

Como muestra la imagen que acompaña esta noticia, tomada de TVE, el jugador brasileño del Real Madrid quiso mantenerse de forma manifiesta sin participar en lo que ocurría. Como mostrado na foto tirada TVE que fazia a cobertura do jogo, o jogador brasileiro do Real Madrid optou por não não participar da confusão que estava acontecendo.

De fé evangélica, Kaká sempre deu um bom testemunho do seu comportamento sobre o seu espírito esportivo dentro e fora do campo. Ele sempre procura nunca agredir um adversário.
E mesmo passando por um período onde seu futebol estava muito ruim desde sua chegada ao Real Madrid, seu comportamento não mudou. No caso em questão, queremos manifestar o testemunho público do jogador não querer participar do tumulto que estavam acontecendo, preferindo ficar fora de toda a violência gerada pela confusão.

Como diz o ditado, uma imagem vale por mil palavras, e o que aconteceu em 17 de agosto passado em Barcelona, ​​Kaká deixou a imagem de um testemunho cristão por estar a favor do respeito e contra a violência. Um exemplo, certamente para todos os atletas e não atletas, um testemunho de não a violência e muito respeito ao próximo.

Confira o vídeo do momento da confusão:



Fonte: www.amigodecristo.com / O guarda de israel

Ônibus que transportava evangélicos capota em Teresinha

Um ônibus que transportava 52 evengélicos da Igreja Assembleia de Deus capotou na tarde deste domingo (21) na cidade de Teresinha, no Agreste de Pernambuco. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do veículo teria perdido o controle do ônibus e capotou ao tentar passar por um quebra-molas e desviar de um caminhão.
Todos os passageiros vinham do Recife e seguiam para Bom Conselho, no Agreste. Várias pessoas tiveram ferimentos leves e foram socorridas para o Hospital de Bom Conselho, onde foram atendidas com ferimentos leves e liberadas, outras foram para o Hospital Dom Moura em Garanhuns, também no Agreste.
A passageira mais grave, Marleide Silva Nascimento, 54 anos, do Ibura -Recife, foi transferida para o Hospital da Restauração em Recife com traumatismo craniano.


Notícias Cristãs com informações do NE10

O AUTORITARISMO GAYZISTA EM RIBEIRÃO: Conheça a história que culminou em Ameaças e Censura



18 de agosto de 2011
Ribeirão Preto/SP



Portal G1
Grupos gays ameaçam entrar na Justiça contra outdoor de evangélicos
Ribeirão Preto terá Parada do Orgulho Gay no próximo domingo (21).
Pastor refuta homofobia porque 'Bíblia está escrita há milhares de anos'.

Os organizadores da Parada Gay de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, prometem contestar na Justiça outdoors colocados pela igreja evangélica Casa de Oração que citam mensagens bíblicas sobre homossexualidade. Os grupos gays reclamam de provocação, já que no domingo (21) ocorre a 7ª Parada do Orgulho Gay no município.


Segundo o pastor Antônio Hernandes Lopes, no entanto, o objetivo é apenas “expressar o que Deus diz a respeito da homossexualidade”. Nas frases, que citam a Bíblia, lê-se: “Assim diz Deus: ‘Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável...’”. Há ainda outras duas passagens relacionadas ao tema.


"Todos os seres humanos têm direito a expressar o que quiserem, mas têm o ano todo para fazer isso. Fazer na semana da diversidade é uma maneira de ataque, não tinha essa necessidade", afirma Agatha Lima, uma das responsáveis pela Parada Gay na cidade.

“Estamos aproveitando a oportunidade que eles estão divulgando a maneira de viver deles para expressar o que Deus diz a respeito”, rebate o pastor. Ele diz que o outdoor foi colocado em um ponto distante do trajeto da Parada Gay, justamente para evitar confrontos.

Mas não é o que diz Agatha Lima. "Esse outdoor é apenas um dos cinco que foram instalados na cidade. E esse, próximo à Câmara Municipal, está a um quarteirão do nosso Centro de Referência da Diversidade Sexual", diz.

O pastor da Igreja Casa de Oração refuta a acusação de homofobia: “É algo que já está divulgado há milhares de anos”, afirma Antônio Hernandes. “Nós amamos essas pessoas, oramos por elas, elas são bem-vindas, mas a vida, a forma que elas vivem, está contrária àquilo que Deus diz”, argumenta.




19 de agosto de 2011
Ribeirão Preto/SP

Autoritarismo: Defensoria Pública de Ribeirão Preto ordena imediata retirada de outdoors bíblicos, ameaçando igreja com multa de R$ 10 mil

Comentário de Julio Severo: Quando a parada gay de São Paulo fez exposição pública de santos católicos em situações homoeróticas, nenhuma autoridade do governo tomou providências. Agora, uma igreja é ameaçada por sustentar publicamente uma declaração da Bíblia que é de conhecimento universal e milenar. Qual vai ser a alegação? Que a Bíblia é “homofóbica”? A notícia a seguir é do jornal esquerdista Folha de S. Paulo:


Justiça manda retirar outdoor evangélico criticado por gays em SP


A Justiça de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) determinou a retirada imediata da mensagem com citações evangélicas em um outdoor que gerou críticas pelo movimento gay da cidade.


A liminar foi concedida para ação civil pública movida pela Defensoria Pública de Ribeirão.
Segundo o defensor público Victor Hugo Albernaz, a decisão da 6ª Vara Cível de Ribeirão determina a imediata retirada, sob pena de multa de R$ 10 mil.


A obrigação de retirada foi dirigida à Casa de Oração, igreja evangélica autora das mensagens, e à Nobili Painéis, proprietária do outdoor.


Segundo Albernaz, até o início da noite desta sexta (19) a Nobili já havia sido notificada.
À Folha o pastor Antonio Hernandes Lopes disse que só se manifestará após ser notificado.


O outdoor colocado na última quarta-feira (17) trazia três citações bíblicas. Entre elas uma do livro de Levítico: "Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável...".


A outra, da Carta de São Paulo aos Romanos, diz que "até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros".


Fonte: Folha de S. Paulo
Divulgação: www.juliosevero.com




20 de agosto de 2011
Ribeirão Preto/SP

Abuso de autoridade: Outdoors bíblicos são retirados sob ameaça

Comentário de Julio Severo: Paradas gays no Brasil têm liberdade de afrontar a Bíblia e valores religiosos, sob a capa de direito de expressão. Mas quando os cristãos colocam versículos da Bíblia em outdoors, ativistas gays e governo gritam “homofobia”! A Defensoria Pública de Ribeirão Preto envergonhou toda a sua classe ao ameaçar os responsáveis pelos outdoors bíblicos. No mínimo, toda essa equipe da Defensoria deveria ser exonerada imediatamente por defender e praticar a censura. A notícia a seguir é do jornal esquerdista Folha de S. Paulo:


As mensagens bíblicas que geraram críticas do movimento gay, em Ribeirão Preto (313 km de SP), foram apagadas do outdoor. Na noite de ontem (19), a 6ª Vara Cível concedeu liminar a uma ação proposta pela Defensoria Pública, determinando a retirada imediata. Na manhã deste sábado, o outdoor, colocado ao lado da Câmara da cidade, já estava em branco.


A obrigação da retirada foi dirigida à Casa de Oração, igreja evangélica autora das mensagens, e à empresa Nobile Publicidade Visual, sob pena de multa de R$ 10 mil. Nenhum representante da empresa foi encontrado para falar sobre a retirada.


O pastor Antônio Hernandez Lopes, da Casa de Oração, disse que ficou surpreso com a retirada das mensagens porque ele ainda não havia sido notificado.

"Dormi em um país democrático e acordei em um país ditatorial. Estou assustado", afirmou. Lopes disse que assinou um termo de responsabilidade com a empresa por conta da mensagem e que analisa a possibilidade de pedir ressarcimento.


O outdoor foi colocado na última quarta-feira (17) e trazia três citações bíblicas. Entre elas, uma do livro de Levítico: "Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável...".


Outra, da Carta de São Paulo aos Romanos, diz que "até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros".


Fonte: Folha de S. Paulo
Divulgação: www.juliosevero.com




21 de agosto de 2011
Ribeirão Preto/SP

Bomba! Exclusivo!Portal Cristão News consegue entrevista com o Pr. Antônio Hernandez Lopes que teve outdoor retirado sob ameaça de processo em Ribeirão Preto

O Pastor Antônio Hernandez Lopes concedeu entrevista ao Portal Cristão News e comentou sobre as mensagens bíblicas que geraram críticas do movimento gay em Ribeirão Preto e que foram apagadas do outdoor por decisão da justiça.

Segundo Hernandez Lopes, “ele até agora não sabe quem tirou ou retirou a mensagem do outdoor, ele não recebeu notificação nenhuma, na verdade ele até recebeu a ligação de um defensor público o ameaçando de processá-lo caso ele não retirasse o outdoor. Segundo Hernandez Lopes ele propôs ao defensor o cancelamento da parada gay que acontecerá às 13 horas de hoje em Ribeirão e o defensor disse que a tirada do outdoor era necessária, porém o cancelamento da parada era irrevogável.

Segundo Hernandes a decisão foi da vara cível da comarca de Ribeirão Preto onde o juiz deu uma liminar com pena de multa. Perguntado se realmente foi o defensor que ligou e não outra pessoa, Hernadez disse que era o defensor sim e que tal defensor ligou para o presidente do conselho e o presidente deu o celular dele e completa:

“A única ameaça que tivemos foi do poder público! Porém quem tirou o outdoor foi o poder público nós não tiramos o outdoor, nós não negamos à palavra de Deus e concluindo diz: quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. (Romanos 8:33)

Segundo Hernandez , ele não recebeu notificação nenhuma e “fato que até agora eles não respeitaram o meu direito  de ter sido notificado” e questionará o seu direito de defesa, ele diz que assinou um termo de responsabilidade, tiraram o outdoor de lá, porém a igreja não tirou o versículo de sua boca.

Para quem acha que Antônio Hernandez Lopes tomou a decisão de colocar o outdoor do dia para a noite está bastante enganado, pois segundo ele essa foi uma estratégia de Deus e depois de muita oração e jejum, subidas e descidas aos montes e joelho no chão durante mais de 6 meses em consonância com a igreja e algumas igrejas locais e irmãos.

“Confio no Senhor Jesus, pois a perseguição que estamos vivendo reflete até no exterior, não temos dúvida que Deus está nessa causa, o fone da igreja eu desliguei, só mantenho o fone pessoal celular no qual eu atendo as ovelhas, tudo o que aconteceu Deus tem dado esconderijo, refugio e me ajudado, Deus tem protegido, eles não conseguem, Deus tem me preservado e dado paz e alegria que nunca experimentei”, afirma Hernandez.

“Na verdade, pense em uma coisa: é Deus que está por trás disso tudo, pois nós estamos na legalidade e eles estão na ilegalidade é Deus quem está fazendo confusão na terra dos Filiesteus”, diz Hernandez.

Neste momento lágrimas de alegria, misturadas com clamor percorrem o corpo do Pastor Hernandez que clama:

“Eu não choro de tristeza, e sim de alegria, eu clamo a todos os homens e mulheres de Deus nesta terra: acorda Igreja! Acorda para o que estamos vivendo, acorda igreja que dorme! Eu não estou chorando porque eu estou com medo, eu estou chorando porque eu estou vendo uma igreja morta! Dormi em um país democrático e acordei em um país ditatorial!

O Pastor Hernandez termina solicitando que todos os irmão “se liguem” hoje a noite no site www.casadeoracaoderibeirao.org.br, pois fará um culto ao vivo e publicará no site e pede para que todos divulguem o que ele irá pregar à nação: “será uma grande palavra e avivamento”

Pede mais que todos orem por ele e pela igreja.

Da redação Portal Cristão News

Paulo César Cândido

Fonte: Darth Metrius  / O guarda de israel

Enterro de Cristã Gera Confusão em Comunidade

Os moradores da região aderem à religião tradicional do país, onde é comum o ritual da cremação. As pessoas da aldeia ficaram chateadas por Krishna ter virado as costas aos deuses tradicionais para adorar a Jesus, tanto na vida dela quanto na morte.
As pessoas acreditavam que, se pudessem cremá-la, ao invés de enterrá-la, ela voltaria a receber o favor de seus deuses. Então confrontaram a ideia dos cristãos, que queriam enterrá-la.
“Eles nos disseram que, se tentássemos enterrá-la, iriam destruir a igreja”, disse o missionário Prem Rai Rangom. Ele também era pastor de Krishna. Então Prem e sua congregação deixaram o corpo de Krishna em sua casa por três dias, enquanto ele e outros pastores tentavam formular um acordo pacífico para o conflito.
Finalmente, a polícia interveio e disse que Krishna poderia ser enterrada, mas não em sua terra.
Em vez disso, eles tiveram que enterrá-la em um terreno distante de sua aldeia. Mas os problemas não tinham acabado para eles.
Os moradores ainda estão com raiva dos cristãos. Eles os culpam por causar a desarmonia na comunidade. Um dos porta-vozes da comunidade disse que Prem tinha uma semana para tirar a igreja da aldeia. Os extremistas estão ameaçando demolir o prédio da igreja, se os cristãos continuarem com os cultos.
A igreja se reúne em uma casa alugada, cujo dono preocupado, pois existe o risco de a propriedade ser danificada. Ele disse a Prem e aos membros da igreja que não mais poderiam se reunir ali para fazer seus cultos.
Prem está pedindo oração para que Deus lhe dê sabedoria e força para encorajar os cristãos a não se abalar com a situação e continuar sendo testemunhas corajosas diante dos moradores da comunidade.

Fonte:   Gospel for Asia  /  Notícias Cristãs / O guarda de israel

Cassiane canta Gritai ao vivo


Cassiane esteve neste Domingo (21/08/2011) em Joinville - SC no congresso de missões da Assembléia de Deus e pela primeira vez cantou uma música do seu novo CD "Ao Som dos Louvores" Gritai, confira:



Com informações do: Cassine news

domingo, 21 de agosto de 2011

Jovens foram espancados por falar do evangelho

Os Evangélicos e seus lideres da Ásia e America, pedem oração por três estudantes universitários e um líder que tem apoio da (GFA) que foram severamente espancados.

Kamik Sandbahor, que atua na equipe do escritório estadual da GFA, estava liderando uma equipe de estudantes da Bíblia, de uma faculdade local, e juntos visitaram os moradores em uma comunidade rural.

Kamik, Jatrinda, Ajmal e Sanjavin estavam distribuindo literatura cristã quando foram atacados por uma gangue de cerca de 25 jovens empunhando barras de ferro e paus.

"No dia 14, estes servos fiéis estavam recebendo tratamento médico em um hospital para os ferimentos causados ​​por esses radicais anticristãos", disse o presidente da GFA KP Yohannan. "Hoje, eles estão um pouco desanimados, porque as suas expressões de amor e preocupação para as pessoas foram devolvidos com a violência e lesões.

"Peço que os cristãos ao redor do mundo orem por estes jovens, para que Deus os fortaleça e cure-os, e preencha seus espíritos com o seu encorajamento.”

"Orai também por seus perseguidores, que seus corações sejam quebrantados pelo exemplo de amor demonstrado por esses alunos e seus corajosos líderes."


Fonte: GospelForAsia
Tradução: Conhecer é preciso
 
Fonte: Conhecer é Preciso  /  O guarda de israel

sábado, 20 de agosto de 2011

Escabroso - Tia é acusada de estuprar sobrinha(3 anos) com dois dedos

Jucilene contou que introduziu os dois dedos dentro da vagina da menina




Esta presa na delegacia de Ubaitaba Jucilene Pires dos Santos de 25 anos residente no bairro Maria Olímpia. Segundo informações, Jucilene foi apresentada na policia pelo Conselho Tutelar logos após estuprar sua própria sobrinha de 03 anos de idade.

Jucilene levou a menina ao hospital dizendo que a criança teria sido estuprada por um traficante

O fato aconteceu na ultima sexta feira (12) no interior da casa da acusada enquanto a mesma dava banho na criança. Jucilene contou que introduziu os dois dedos dentro da vagina da menina, que logo em seguida começou a sagrar. Como se nada tivesse acontecido, Jucilene levou a menina ao hospital dizendo que a criança teria sido estuprada por um traficante que lhe ameaçou de morte caso a mesma contasse pra policia.

A versão de Jocilene não convenceu a ninguém que logo em seguida foi desmascarada pelo Conselho Tutelar e Hugo motorista da ambulância que levou a criança para o hospital Manoel Novaes em Itabuna.Jucilene foi apresentada na delegacia e autuada em flagrante pelo delegado Paulo de Tarso.

Por: Jackson Cristiano

Com informações de: Ubaitaba Urgente

7 pessoas que morreram de maneiras bizarras



Acidente? Doença incurável? Velhice? Algumas pessoas simplesmente acham essas maneiras de morrer completamente desinteressantes e resolveram fazer algo diferente. Conheça 7 casos de pessoas que partiram desta para uma melhor de maneiras inacreditáveis. (Atenção! 1) Não tente nenhuma dessas coisas em casa. Principalmente o item 6. 2) Sabemos que não é legal rir da morte. Que todos os listados 
descansem em paz!)



7. Ele comeu demais em um banquete em sua homenagem



Pois é, o filósofo francês Julien Offray de La Mettrie morreu em 1751 no meio de um banquete que o embaixador Frances Tirconnel ofereceu em sua homenagem. Além de ser pensador, La Mettrie também era médico e teria curado uma grave doença de Tirconnel. Comenta-se que La Mettrie quis mostrar a sua potência estomacal comendo um monte de patê de trufas. Resultado: desenvolveu uma forte febre que levou-lhe ao delírio e faleceu em seguida. Gula é pecado capital, sabe?

Agora, se você achou ridículo morrer em um evento em sua homenagem, saiba que existe outro caso: John Kendrick, respeitado capitão da Marinha americana, morreu em 1794 depois de ter vencido a Batalha de Kalauao, no Havaí. Quiseram fazer uma salva de tiros de canhão para comemorar. Um dos tiros acertou o deck do capitão. Triste história.



6. Ela se afogou em uma enchente de cerveja

Nadar em cerveja pode ser o sonho de muito beberrão, mas a Enchente de Cerveja de Londres (1814) fez estrago. Vários tonéis de cerveja da Meux and Company Brewery estouraram e mais de 1.470.000 litros da bebida formaram uma enxurrada que destruiu duas casas e ainda derrubou uma parede do pub Tavistock Arms, que veio a esmagar a funcionária Eleanor Cooper. Coitada!



Mas você não gosta de cerveja? Saiba que, em 1919, aconteceu em Boston um desastre parecido, mas envolvendo melaço – um tanque estourou e um tsunami de melaço vindo a 56 km/h matou 21 pessoas e feriu mais 150. Dizem que até hoje dá para sentir um cheiro de açúcar no ar quando o dia fica mais quente!





5. Ele deu um tiro em si mesmo sem querer enquanto tentava convencer o júri de que é possível matar por acidente


O democrata Clement Vallandigham lutou na Guerra Civil Americana e mesmo assim parece que não levava muito jeito com as armas (ou levava jeito demais, sei lá). Em 1871, aos 50 anos, Clement pegou um caso jurídico no qual defendia um homem acusado de atirar em um rapaz numa briga de bar. Sua alegação dizia que era possível a vítima ter atirado em si mesma por acidente enquanto tentava tirar a pistola do bolso – e quis fazer uma demonstração ao júri.

Resultado: Clement realmente provou o seu ponto de vista, mas a que preço! A arma estava carregada e ele não resistiu ao ferimento. Irônico, não é mesmo?


4. Ele foi envenenado, baleado, baleado de novo, espancado, castrado e morreu afogado


Esta história é mais trágica do que realmente inusitada. Mas vale, porque ninguém gostava mesmo desse cara. O místico russo Grigori Rasputin era odiado entre o povo e entre a nobreza. Em 1916, ele foi vítima de uma trama de parlamentares e aristocratas: envenenaram o coitado num jantar. Mas a úlcera de Rasputin o fez expelir todo o veneno. Então, o suposto bruxo foi fuzilado com onze tiros e não morreu. Foi castrado e continuou vivo. Daí, resolveram espancá-lo e atirá-lo insconsciente em um rio, até que ele morreu – afogado. É, vaso ruim pode até quebrar. Mas demora.



3. Ele teve uma overdose de suco de cenoura



Dizem que cenoura faz bem para os olhos. Mas a sabedoria popular também fala que todo excesso faz mal, né? O arqueólogo Basil Brown que o diga! A história conta que lá pelos idos de 1974 o homem virou um viciado em vida saudável e decidiu fazer uma dieta louca para limpar o organismo: beber um galão de suco de cenoura por dia durante dez dias seguidos. Ele até terminou a meta, mas morreu dias depois, vítima de falência renal. Overdose de vitamina A.







2. Ele foi envenenado por um guarda-chuva desconhecido


A história do escritor búlgaro Georgi Markov é muito bizarra. Seus textos que saíam nos jornais não agradaram o governo da época e ele começou a ser perseguido pela polícia secreta da Bulgária e pela KGB em 1978. Tentaram matar o coitado duas vezes, mas só conseguiram na terceira vez.

Markov estava atravessando a ponte de Waterloo para pegar o ônibus para a BBC quando sentiu uma dor aguda na coxa, como se fosse uma picada de inseto. Olhou para trás e viu um homem pegando um guarda-chuva do chão, saindo correndo e entrando em um táxi. Horas depois ele começou a ter febre e foi para o hospital passando muito mal, vindo a falecer três dias depois. Causa da morte? Envenenamento por ricina. O assassino? Francesco “Piccadilly” Gullino. A arma do crime? Um guarda-chuva pontudo do mal.


1. Ele tentou provar que o vidro da janela do 24º andar era inquebrável e se atirou lá de cima


Advogado adora razão. Em 1993, Gary Hoy quis provar a todos os seus colegas de escritório que o vidro da janela do Toronto-Dominion Centre era impossível de ser quebrado. E provou, mas do jeito errado.

O homem bateu tanto no vidro que ele pulou (inteiro) para fora da armação da janela. Resultado: Hoy foi junto, despencando do 24º andar. Sua morte foi tão nada a ver que levou um Darwin Award, prêmio concedido àqueles que contribuem para a evolução humana de maneira excepcionalmente negativa.







Bônus: Ele se matou na prisão com uma bomba feita com um baralho




William Kogut pode não ter sido esperto na hora de cometer seu crime – ele foi preso em 1930 pelo assassinato de Mayme Guthrie -, mas foi bem inteligente na hora de tomar as rédeas do seu destino. Kogut não queria passar o resto da vida preso na penitenciária San Quentin, então decidiu se matar de modo bem engenhoso.


Pegou as cartas vermelhas do baralho e picotou tudo, colocando os pedacinhos em um cano de metal junto com água e madeira. O cano foi colocado no aquecedor da cela e eis a bomba de William – ele sabia que a tinta vermelha das cartas era inflamável. Genial!


Fonte:  Supertinteressante / Hospital da alma


MEDITAÇÃO: 

"Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo."
Hebreus, 9:27

Lista das 10 postagens mais populares desde à criação do Blog

Pegue uma Bíblia e descubra Como ir para o Céu

O plano de Deus para a sua salvação

Primeiro você precisa saber:

1) Boas obras não salvam (Efésios 2:8,9 / João 14:6 / Tito 3:4-7)

2) Todos pecaram inclusive você (Rom 3:23)

3) E por isso todos estão indo para a morte eterna (o Inferno) (Rom 6:23)

4) Mas Deus nos amou tanto que enviou Jesus Cristo para nos salvar (João 3:16 / João 14:6 / Romanos 5:8 / Lucas 5:32)

E assim se você...

1) ... se arrepender e confessar que é pecador, (2 Cor 7:10 / 1 Jo 1:9)

2) ... crer que Jesus é o Filho de Deus (Rom 10:9)

3) ... e pedir a Ele: “Jesus me perdoa, me salva! (Rom 10:13 / Lucas 23:33-43)

Então você será salvo!

1) Todos os seus pecados serão perdoados e lavados pelo sangue de Jesus (I João 1:7 / Marcos 1:40-42)

2) Você terá vida eterna no céu com Deus (João 3:16 / João 14:2-6)

3) A salvação não se perde jamais (João 10:27-30)

“Eis aqui agora o dia da salvação” (2 Cor 6:2)

Ninguém sabe quanto tempo vai viver, não adie a maior decisão que você tem a tomar na vida. Converse com Deus em uma oração simples, se arrependa, confesse, creia e clame “Jesus me perdoa, me salva, me lava, me transforma!” E assim você poderá ter absoluta certeza da salvação.

Fonte: Editora Elim – www.editoraelim.com.br – (21) 2415-7923

FOLHETO: ESTA FOI A SUA VIDA!

VOCÊ TEM UM TEMPINHO PARA VER?

PAÍSES QUE PASSARAM POR AQUI: QUASE 160

free counters